Epidemia do ebola deixa 2.793 mortos na África Ocidental

Na semana passada, Conselho de Segurança da ONU adotou uma resolução que classifica a epidemia de ebola como uma "ameaça à paz e à segurança internacionais"

por AFP - Agence France-Presse 22/09/2014 15:33

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
A epidemia de Ebola deixou 2.793 mortos na África Ocidental, em 5.762 casos registrados, segundo o mais recente balanço da Organização Mundial da Saúde (OMS) com data de 18 de setembro e publicado nesta segunda-feira.

A Libéria, de longe o país mais atingido, registrou 1.578 mortes em 3.022 casos, segundo relatório publicado pela representação africana da OMS.

Na Guiné foram 623 mortes, em 965 casos, e em Serra Leoa, 584 mortes, em 1.753 casos.

Na Nigéria, foram registradas oito mortes em 21 casos.

No Senegal, apenas um caso foi registrado, o de um estudante originário da Guiné.

Na semana passada, o Conselho de Segurança da ONU adotou uma resolução que classifica a epidemia de ebola como uma "ameaça à paz e à segurança internacionais", e pediu que os países forneçam ajuda urgente para a luta contra o avanço da doença.

A resolução foi adotada de forma unânime depois de o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, ter advertido que o número de infectados pelo ebola está duplicando a cada três semanas.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA