Não só doenças respiratórias dão o ar da graça no inverno: infarto e AVC são riscos reais

Temperatura baixa provoca a constrição dos vasos sanguíneos e, consequentemente, o aumento da pressão arterial

por Renata Rusky 20/06/2014 07:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Que no inverno há uma maior incidência de diversas doenças respiratórias, todo mundo sabe. O frio, no entanto, pode estar associado a problemas de saúde que podem ser até fatais, como infarto e AVC isquêmico. Ambos estão ligados à obstrução de artérias vasculares, causando necrose em uma região do coração ou do cérebro, respectivamente.

“A temperatura baixa interfere, na medida em que provoca a constrição dos vasos sanguíneos e, consequentemente, o aumento da pressão arterial”, explica o cardiologista José Leôncio de Andrade Feitosa, diretor-geral do Instituto Nacional de Cardiologia.

Segundo o médico e uma pesquisa do British Medical Journal, o risco de infarto chega a aumentar em 30% e de AVC isquêmico, em 20%.

Valdo Virgo / CB / DA Press
Clique para ampliar e saber mais sobre os efeitos do frio na circulação (foto: Valdo Virgo / CB / DA Press)

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA