Saúde integral dos animais está diretamente relacionada com a dos dentes

É necessário incluir a escovação no ritual diário de higienização dos pets

por Revista do CB 26/04/2014 10:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
A saúde começa pela boca. E com os pets não seria diferente. A odontologia veterinária — ou odontoveterinária — durante muito tempo ficou esquecida, mas hoje é um tópico importante na saúde do animal. Para exibir dentes saudáveis e bonitos, os bichos devem escovar os dentes diariamente e visitar um profissional com frequência. Tratamentos odontológicos para animais são semelhantes aos dos humanos. A escovação é uma importante ação preventiva. Impede a formação de placas bacterianas nos dentes e na língua. É fundamental, porém, que o dono tenha alguns cuidados, como usar produtos específicos para os pets. No caso do creme dental, existem sabores diferentes para facilitar a escovação.

Zuleika de Souza/CB/D.A Press
(foto: Zuleika de Souza/CB/D.A Press)
Não escovar os dentes dos bichos pode resultar na formação de cálculo dentário (tártaro), problemas gengivais e até destruição óssea oral — o que compromete a saúde do bicho como um todo. As bactérias oriundas da placa bacteriana podem causar inflamação nas gengivas e, por consequência, espalharem-se pelo corpo, por meio dos vasos sanguíneos, afetando coração, rins e pulmões. “Essa maior vascularização serve de porta de entrada das bactérias pela corrente sanguínea. Elas podem se alojar junto dos pulmões, levando a infecções, dos rins, provocando inflamações e insuficiência renal graves, ou junto do coração, causando lesões em válvulas cardíacas, endocardites, insuficiências e arritmias sérias”, alerta o veterinário e dentista Yvonaldo Wlademir Bizarro.

Os animais que nunca escovaram os dentes têm, naturalmente, uma maior capacidade de desenvolver tártaro, mau hálito e, principalmente, uma maior probabilidade de perder os dentes. Os ossos também podem ficar comprometidos. As bactérias podem levar a uma fratura precoce dos ossos da face, como a mandíbula.

O ideal é escovar os dentes do animal todos os dias. Se não conseguir, deve-se tentar pelo menos três vezes por semana. É importante começar a escovação dos bichos a partir dos 7 meses de idade, no período de troca da dentição. “Antes disso, não é recomendado, mas, se preferir, o dono já pode, antes, ir acostumando o animal com o produto e o ato mecânico”, explica a médica-veterinária Beatriz Santos. Na hora da escovação, também é importante que o dono verifique os dentes do animal e investigue se há algum problema que passa despercebido no dia a dia do pet.

Antes não tão reconhecida, a odontologia veterinária se tornou item obrigatório na saúde do animal e apresenta um nível elevado de sofisticação. Do mesmo modo que é para humanos, a odontoveterinária previne e trata problemas orais. Dificuldade na alimentação, inflamação da gengiva (gengivite), perda de dentes, hálito desagradável e dor são indicativos de problemas bucais.

E a escovação de pets não se restringe aos cães. Apesar de terem menos propensão para problemas bucais, os gatos devem escovar os dentes corretamente — mesmo não sendo o habitual. Como são pequenos, deve-se ficar atento ao tamanho da escova. As que são usadas em cães, por exemplo, podem machucar os bichanos. Durante o processo de escovação, é fundamental ter paciência. Cães e gatos, principalmente os que não estão acostumados com esses procedimentos, são arredios durante o contato bucal.

Outra dica importante é jamais escovar os dentes do bicho com cosméticos humanos. Algumas substâncias são nocivas ao organismo do animal, como, por exemplo, o flúor. Como geralmente os animais engolem os produtos de higiene oral, alguns fabricantes já desenvolvem produtos sabor carne, para cães, e peixe, para gatos. Esses produtos agradam ao bicho e facilitam a higienização. É necessário também manter uma rotina de escovação. O importante não é a força durante o ato, mas, sim, a frequência com que é realizado.

Faça a coisa certa
» Tente escovar os dentes do animal diariamente. Se não conseguir, faça pelo menos três vezes por semana.
» Use produtos específicos para animais.
» Troque a escova a cada três meses.
» Se o seu animal ainda for arredio, experimente alguns sabores diferentes de creme dental.
» Mantenha as escovas sempre limpas.
» Procure uma escova que seja adequada ao tamanho da boca do animal.
» Visite o dentista periodicamente. Esse procedimento evita futuros problemas.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA