Apenas 40% das pessoas com problemas de audição reconhecem que ouvem mal

Mas como é possível evitar a perda auditiva? Além de apontar as principais causas dos problemas de audição, fonoaudióloga destaca algumas medidas preventivas

por Estado de Minas 19/02/2014 13:15

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Apenas 40% das pessoas com problemas de audição reconhecem que ouvem mal. A falta de informação e o preconceito fazem com que elas adiem a consulta ao médico otorrinolaringologista. Mas como é possível evitar a perda auditiva? Além de apontar as principais causas dos problemas de audição, a fonoaudióloga Isabela Gomes, da Telex Soluções Auditivas, destaca algumas medidas preventivas.

1 – A perda auditiva começa a surgir mais cedo entre moradores de grandes cidades. Quando o barulho é intenso e prolongado, pode causar problemas de audição ao longo dos anos.

2 – Em uma sociedade onde TV, rádio, aparelho de som, videogame, MP3 e fones de ouvido fazem parte do dia-a-dia, as ameaças à boa audição estão em toda parte. A exposição contínua a ruídos superiores a 50 decibéis pode causar, ao longo da vida, perda progressiva da audição.

SXC.hu/Banco de Imagens
Exposição contínua a ruídos superiores a 50 decibéis pode causar, ao longo da vida, perda progressiva da audição (foto: SXC.hu/Banco de Imagens)
3 –Tão importante quanto o do pezinho, o teste da orelhinha detecta problemas de audição no bebê. É rápido, indolor e deve ser realizado no primeiro dia de vida da criança, na própria maternidade. Quanto mais cedo o diagnóstico, melhor será o resultado do tratamento.

4 – Existem evidências de que a perda de audição é comum em crianças infectadas congenitamente pela rubéola. A busca por tratamento deve ocorrer rapidamente.

5 – Nem sempre um estudante desatento é desinteressado. O aluno pode apresentar problemas de audição, que afetam o rendimento escolar e podem resultar em conflitos de relacionamento e distúrbios de comportamento, como falta de concentração e retraimento em excesso.

6 – Se você quer pilotar embalado pelo ronco de sua moto por muitos e muitos anos, vale a pena proteger os ouvidos. O excesso de barulho do motor pode afetar a saúde auditiva, causando alterações na estrutura interna do ouvido e perda permanente de audição com o decorrer dos anos.

7 – Operadores de britadeira, operadores de telemarketing, músicos, DJs, operadores de áudio em emissoras de rádio, operários de fábrica e funcionários que atuam nas pistas de aeroportos, por exemplo, estão expostos a ruídos intensos. Para eles, o protetor auricular é acessório indispensável.

8 – É comum surgir algum grau de perda auditiva a partir dos 40 anos devido ao envelhecimento natural do corpo. A recomendação é buscar um tratamento para a surdez, geralmente com aparelhos auditivos, que resulta em melhora da autoestima e da qualidade de vida.

9 – Ao desconfiar que seu filho ou você mesmo sente alguma dificuldade para ouvir, consulte um médico otorrinolaringologista. O especialista fará o diagnóstico e indicará o tratamento mais adequado.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA