Usado por famosos, goji berry é aliado do emagrecimento e começa a se tornar febre em BH

Além de ter 50 vezes mais vitamina C que a laranja, a novidade é considerada uma grande aliada para o emagrecimento. Dá para perder peso em semanas. Mas nutricionistas alertam: apesar de todos as vantagens, o alimento não faz milagres e só funciona para quem tem uma boa alimentação acompanhada de atividades físicas regulares

por Luciane Evans 17/11/2013 09:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Montagem: Maria Tereza Correia/ODD ANDERSEN/Luke Macgregor/Divulgação
O que Victoria Beckham, Kate Moss, Madonna e Mick Jagger têm em comum? Essas celebridades descobriram em uma fruta pequena, de gosto levemente amargo, um verdadeiro tesouro para a saúde (foto: Montagem: Maria Tereza Correia/ODD ANDERSEN/Luke Macgregor/Divulgação)
O que Victoria Beckham, Kate Moss, Madonna e Mick Jagger têm em comum? Além de famosos e ricos, essas celebridades descobriram em uma fruta pequena, de gosto levemente amargo, um verdadeiro tesouro para a saúde. Originária do Sul da Ásia – China, Tibete e Índia –, o goji berry, já conhecido como o segredo das celebridades, vem sendo descoberto pelos brasileiros e tem tudo para se tornar a sensação deste verão. Além de ter 50 vezes mais vitamina C que a laranja, a novidade é considerada uma grande aliada para o emagrecimento. Dá para perder peso em semanas. Mas nutricionistas alertam: apesar de todos as vantagens, o alimento não faz milagres e só funciona para quem tem uma boa alimentação acompanhada de atividades físicas regulares.

Os frutos vermelhos são ricos em aminoácidos, vitaminas, minerais, ácidos graxos insaturados, antioxidantes e polissacarídeos. Em outras palavras, protegem contra o envelhecimento, melhoram a energia e o bem-estar, previnem contra o câncer e podem ajudar na redução do colesterol. Segundo Maria Tereza Teixeira, especialista em nutrição, a fruta tem mesmo alto valor nutricional. “A cada 100 gramas, há 50 vezes mais vitamina C do que a laranja. Ela é rica em riboflavina (vitamina B2), atua na produção de energia, auxilia o metabolismo de carboidratos, gorduras e proteínas, além de conter vitaminas B1, B6 e vitamina E.”

O fruto agrada à primeira vista por ser vermelho e pouco calórico. Uma colher de sopa da fruta tem cerca de 50 calorias. Contudo, seus benefícios vão além da balança, conforme a nutricionista especialista em obesidade e emagrecimento Sandra Carvalho. “É o alimento com a melhor função antioxidante. É rico em polissacarídios, carboidrato que impede a absorção de patógenos intestinais, promove uma microbiota saudável, que aumenta a imunidade.”

Sandra diz que a novidade é rica em arginina e glutamina, que auxiliam na liberação do hormônio do crescimento, “o que seria interessante para quem quer ganhar massa magra”. O goji berry tem ainda compostos bioativos que são importantes para equilibrar os níveis de colesterol, tratar impotência sexual, beneficiar o coração e controlar a pressão sanguínea.

Um dos benefícios mais enfatizados da fruta por quem já a experimentou é o seu poder de auxiliar no nível de energia e na capacidade de concentração. Uma pesquisa publicada em maio de 2008, no Journal of Alternative and Complementary Medicine mostrou que o consumo regular do goji berry resulta no aumento do nível de energia, desempenho atlético, qualidade do sono, facilidade de despertar e a capacidade de se concentrar.

 Maria Tereza Correia/EM/D.A Press
A nutricionista Renata Paz usa o Goji Berry e diz que a fruta melhora a pele e pode ser aliada na luta para o emagrecimento (foto: Maria Tereza Correia/EM/D.A Press)
Para os moradores do Tibete, trata-se da fruta da longevidade, tanto que há um ditado tibetano que cai como uma luva no fruto vermelho: “Um punhado pela manhã lhe fará feliz para o resto do dia”. A fruta pode ser achada in natura, desidratada e em forma de cápsulas. A reportagem do Bem Viver encontrou o pacote da fruta desidratada variando de R$ 27 a R$ 60.

CONSUMO

De acordo com Maria Tereza, o correto é consumir uma dose de 15 a 45 gramas da fruta desidratada ao dia, ou seja, uma ou duas colheres de sopa. “Pode-se adicionar a fruta a sucos. Outra opção é a versão em extratos, na forma de cápsulas, que mantém a maioria dos princípios ativos da fruta, mas pode sofrer alteração na composição de alguns nutrientes.”

Maria Tereza Correia/EM/D.A Press
Um dos benefícios mais enfatizados da fruta por quem já a experimentou é o seu poder de auxiliar no nível de energia e na capacidade de concentração (foto: Maria Tereza Correia/EM/D.A Press)
A nutricionista da Mundo Verde e especialista em nutrição esportiva Renata Paz usa o goji berry e diz que o sabor é levemente amargo e se assemelha ao de uva-passas. “É gostoso, melhora a pele e pode ser um aliado na luta para o emagrecimento”, comenta, deixando bem claro que, para emagrecer, a novidade é um coadjuvante. É o que defende Sandra Carvalho, que lembra que não há milagres na guerra contra os quilos a mais. “Até o momento, foram realizados estudos apenas com ratos, que resultaram em maior gasto energético e redução da circunferência abdominal. Não há, ainda, pesquisas que comprovem tal efeito em humanos.”

Na opinião das nutricionistas, trata-se de ótimo complemento à boa saúde e prevenção de diversas doenças, mas não existe um único alimento capaz de substituir uma dieta equilibrada. Segundo Renata, quem consome o goji berry deve comer de três em três horas e tomar muita água.

BENEFÍCIOS
  • Seu consumo está associado ao bom humor, alegria e satisfação
  • Ajuda a equilibrar os níveis de colesterol sanguíneos
  • Tem 50 vezes mais vitamina C que a laranja
  • É rico em polissacarídios, carboidrato que impede a absorção de patógenos intestinais, resultando em melhor defesa imune
  • Auxilia no aumento do nível de energia e na capacidade de concentração,
  • Sua ação antioxidante promete benefícios na prevenção de doenças cardiovasculares e atua na prevenção do diabetes e infertilidade masculina
  • A fruta é rica em fitoquímicos, que atuam como substâncias anticancerígenas e na saúde dos olhos, e tem carotenoides, que são substâncias que previnem o envelhecimento da pele

CONTRAINDICAÇÃO
  • Não é indicado para crianças, grávidas, lactantes, pessoas que fazem uso constante de medicamentos para controle da pressão arterial e diabetes. Além disso, não se recomenda para quem faz uso da warfarina (medicação usada para evitar trombose).

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA