Transplante de sobrancelha oferece resultado definitivo e garante naturalidade ao rosto

Apesar de não ser nova, técnica ainda é desconhecida e muita gente acredita que o único método possível para resolver o problema das falhas na sobrancelha é a maquiagem definitiva com tatuagem

por Valéria Mendes 12/11/2013 09:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Reprodução Internet e Globo/Divulgação
Antes de estrear em horário nobre na Globo, a atriz Maria Casadevall mudou as sobrancelhas de muito finas para um efeito mais natural só deixando os pelos crescerem novamente. Especialista explica que uma das causas para a perda definitiva de fios é o hábito repetitivo de pinçar a região (foto: Reprodução Internet e Globo/Divulgação)
Em 1991 o servidor público estadual, Eduardo Cosso, hoje com 54 anos, foi vítima de um acidente de trânsito na Pampulha, em Belo Horizonte. Mais de 20 anos depois a memória não falha ao relatar os detalhes do que aconteceu: “Foi a clássica batida de frente, um carro estava cortando outro e atingiu o meu, que capotou. Naquela época, não existia a obrigatoriedade do cinto de segurança, fui jogado para fora, sofri um grande trauma na face e passei por cirurgias plásticas no rosto e no nariz”. Cosso raspou a face no chão e uma das cicatrizes que o acompanhou por décadas foi a ausência de pelos na sobrancelha.

As falhas no sobrecílio que tanto incomodam as mulheres e enchem salões de beleza e clínicas de estética muitas vezes parecem excesso de vaidade. Para quem associa a busca por soluções do incômodo com futilidade, um blog de humor na internet 'Cadê a taturana' se dedica exclusivamente a retirar a sobrancelha de famosos e escancara o tanto que elas fazem falta para dar harmonia ao rosto.


A maquiagem definitiva é uma opção conhecida para quem se incomoda com os vazios que tanto interferem na autoestima. Apesar de não ser novidade, uma outra alternativa ainda pouco difundida para solucionar problemas mais leves como as falhas, mas também os casos da ausência de pelos em cicatrizes é o transplante de sobrancelha, que funciona da mesma maneira que o capilar. E foi por causa dessa relação que Eduardo Cosso acabou encontrando a solução para o problema que o incomodou por tantos anos. “Eu já havia feito o transplante capilar e em uma das sessões perguntei ao médico se era possível fazer a correção na sobrancelha, já que havia perdido parte dela com o acidente de trânsito. Com a resposta afirmativa fiz a primeira sessão e foi maravilhoso: não tem dor, não tem edema e, após alguns dias, o pelo já está completamente integrado e a gente nem percebe mais”, relata.

cadeataturana.com
Em site de humor que retira sobrancelha de famosos, a atriz Ísis Valverde aparece como a mais votada. Veja galeria de imagens (foto: cadeataturana.com)
O servidor público observa que o pelo da cabeça - de onde os fios são retirados - cresce mais rápido que o da sobrancelha. “Tenho que aparar os fios com frequência, mas fica perfeito. Até comentei com o médico que se as mulheres soubessem o quanto é maravilhoso não fariam nunca mais essa maquiagem definitiva”, comemora. Eduardo precisou de duas sessões, já que não conseguiu preencher todas as falhas com apenas uma.

A queda definitiva de fios da sobrancelha tem muitas causas. Inventor da técnica Preview Long Hair ou Transplante Folicular com Fio Longo - usada por médicos da Rússia, Índia, Canadá, EUA e América do Sul - o cirurgião plástico mineiro Marcelo Pitchon cita, por exemplo, a remoção repetida de fios por motivos estéticos com objetivo de afinar ou ralear as sobrancelhas. O envelhecimento natural e a genética também são fatores determinantes.

O especialista explica ainda que o transplante de sobrancelha não é indicada para todo e qualquer tipo de perdas de fio na região. “Pode ser adotado como primeira opção quando o quadro é irreversível com o uso de medicamentos ou quando o paciente quer um tratamento definitivo”, recomenda. Pitchon diz ainda que a maquiagem definitiva pode ser associada à técnica cirúrgica com o objetivo de pigmentar a pele transplantada.

Arquivo Pessoal
Sobrancelha com maquiagem definitiva (foto: Arquivo Pessoal)


Arquivo Pessoal
Sobrancelha após o transplante (foto: Arquivo Pessoal)


Em entrevista ao Saúde Plena, o cirurgião plástico esclarece as principais dúvidas sobre o procedimento. Leia:

Saúde Plena: As causas das quedas de fios na sobrancelha podem ser eventuais e os pelos podem voltar a nascer sem precisar de um transplante para resolver o incômodo?

Marcelo Pitchon: A queda pode ser temporária em algumas situações, voltando a crescer depois. Isto ocorre principalmente na chamada Alopécia Areata, na qual os fios podem voltar a nascer de forma espontânea ou estimulada pelo uso de medicamentos.

SP: Como é o diagnóstico de que a queda é definitiva?


MP: A queda é definitiva quando há total destruição do bulbo do folículo piloso, como nas chamadas Alopécias Cicatriciais. O mesmo ocorre pela presença de cicatrizes de acidentes ou pinçamento repetitivo durante meses ou anos. Há também casos em que o paciente tem poucos fios, mas não por queda e sim por nunca terem nascido.

SP: Quais são as causas da queda de fios de sobrancelhas?


Arquivo Pessoal
O cirurgião plástico Marcelo Pitchon afirma que o transplante de sobrancelha pode ser adotado como primeira opção quando o quadro é irreversível com o uso de medicamentos ou quando o paciente quer um tratamento definitivo (foto: Arquivo Pessoal)
MP: São muitas. Entre elas estão a Alopécia Areata, a Alopécia Frontal Fibrosante, a Tricotilomania (retirada compulsiva dos fios pelo próprio paciente), a Hanseníase, acidentes, cortes, queimaduras, cicatrizes cirúrgicas, remoção repetida dos fios pela própria paciente por motivos estéticos com objetivo de afinar ou ralear as sobrancelhas, envelhecimento natural e condições genéticas constitucionais e familiares.

SP: Quando o transplante é recomendado? Só depois que outras técnicas não surtem efeito ou a opção já pode ser adotada como primeira opção?

MP: Pode ser adotado como primeira opção quando o quadro é irreversível com o uso de medicamentos ou quando o paciente quer um tratamento definitivo. Quando a perda foi causada pela retirada repetida dos fios durante meses ou anos, quando a sobrancelha do paciente é fina ou rala pelas características genéticas normais das pessoas e quando há falhas causadas por cicatrizes de acidentes e cirurgia.

Em algumas patologias como a Alopécia Areata o transplante não é indicado e o tratamento deve ser realizado clinicamente. A consulta médica é essencial para a avaliação diagnóstica e planejamento do tratamento adequado para cada caso.

SP: Como é o transplante? É similar ao capilar? Eles se diferem de alguma forma?

MP:
O transplante para sobrancelhas é similar ao de cabelo para o couro cabeludo, porém ainda mais minucioso, meticuloso, detalhista e exige a máxima capacidade técnica e artística de um cirurgião especializado em transplantes capilares. Em ambos os casos os fios são retirados predominantemente da parte de trás do couro cabeludo. A inclinação e a direção dos fios das sobrancelhas é única e totalmente diferente da do couro cabeludo e os fios transplantados devem obrigatoriamente ser aparados a cada 7, 10 ou 15 dias.

SP: A queda de sobrancelhas é mais comum em algum gênero ou faixa etária?


MP: A queda é mais comum nas mulheres por serem elas as que mais as manipulam com objetivos cosméticos, removendo seus fios com pinças ou outros métodos. O pinçamento repetitivo para "limpar" ou afinar as sobrancelhas gera forte possibilidade de perda definitiva, apenas nas regiões em que isto é realizado.

SP: Os fios transplantados também podem ser longos? O que é mais recomendado no caso de sobrancelhas (longo ou curto)?

MP: Podem ser longos, curtos ou raspados, mas os fios longos propiciam maior precisão técnica e artística por permitirem visualização instantânea, durante a cirurgia, da direção, inclinação e curvatura dos fios transplantados, como feito na técnica Preview Long Hair.

SP: Como é o procedimento? Qual a duração? Quais as especialidades médicas podem fazer o transplante?

MP: É altamente recomendado que procedimento seja realizado por um cirurgião especializado em restauração capilar. Pode durar de uma a três horas e é realizado predominantemente com anestesia local, sem necessidade de internação.

SP: É uma opção nova? Tem muita procura?

MP:
Existem relatos científicos de cirurgia para sobrancelhas desde o começo do século passado, mas o refinamento das técnicas aconteceu principalmente nos últimos 20 anos e mais intensamente nos últimos 10. A procura era muito pequena por simples falta de maior divulgação. As pessoas pensavam que o único método possível era a maquiagem definitiva com tatuagem.

Agora a procura pelo transplante capilar para sobrancelhas aumentou muito, pela própria divulgação entre os pacientes da qualidade dos resultados e pela publicação de matérias jornalísticas.

É importante ressaltar que a maquiagem definitiva pode ser realizada associadamente ao transplante, com o objetivo de pigmentar a pele transplantada. O transplante capilar também pode ser adicionado à maquiagem definitiva, propiciando um resultado mais completo à tatuagem, com presença de fios. A associação dos dois métodos pode ser positiva, desde que muito bem planejada. Muitas pacientes procuram o transplante já tendo feito no passado uma ou mais sessões de maquiagem definitiva e o resultado da cirurgia em cima da área tatuada deixa as pacientes ainda mais felizes pela presença de fios reais.

SP: Uma sessão é suficiente ou depende?

MP: Uma sessão é suficiente em aproximadamente 70% dos casos, mas como tudo em medicina, existem variações.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA