Elza Soares, Criolo e Não Recomendados fazem show em BH

Músicos encerram programação do festival da Fundação Clóvis Salgado

por Estado de Minas 28/07/2017 08:30
Andre Hawk/divulgação
Não Recomendados se apresenta pela primeira vez em Belo Horizonte (foto: Andre Hawk/divulgação)

São três gerações. Em comum, o talento, a ousadia e a coragem de arriscar. O 3º Inverno das Artes chega ao fim com shows da veterana Elza Soares, que conquistou o país (e o mundo) com sua performance empoderada na turnê A mulher do fim do mundo; de Criolo, que trocou a zona de conforto do rap para abraçar o samba em seu projeto Espiral de ilusão; e do grupo Não Recomendados, que leva para o palco a discussão sobre gênero, rompendo fronteiras dos padrões de comportamento.

Elza será a atração desta sexta-feira (28/7), no Grande Teatro do Palácio das Artes. A cantora abriria o festival no início do mês, logo depois de voltar de um tour europeu. Devido a questões operacionais, o show foi transferido para hoje e, em sua página no Facebook, ela convoca os fãs para o encontro desta noite. Em outras performances na capital, Elza empolgou o público com suas interpretações de Maria da Vila Matilde, Pra foder e A mulher do fim do mundo.

Samba Sábado (29/7), será a vez de Criolo mostrar que tem (muito) samba no pé. No show realizado em junho, no Parque Municipal, o rapper paulistano pôs todo mundo para cantar as faixas de seu disco Espiral de ilusão, lançado em maio. Menino mimado, Cria de favela, Hora da decisão e Nas águas – todas novidades – caíram no gosto dos fãs. Um dos momentos mais bacanas foi a homenagem de Criolo ao bamba Nelson Cavaquinho, com o clássico Juízo final.

Segunda-feira, Caio Prado, Daniel Chaudon e Diego Moraes – o grupo Não Recomendados – estreiam em Belo Horizonte, com sua performance ácida e bem-humorada. Eles incorporam Janina, Carlota e Morenita. A canção batizada com o nome do trio fala de homofobia, intolerância e perseguição tanto a homossexuais quanto a todos que ousam afrontar padrões sociais.

Além de canções autorais, o trio promete releituras de sucessos de Caetano Veloso, Gilberto Gil e Alexandre Pires. Tem chamado a atenção a versão dos rapazes para Cálice, parceria de Gil com Milton Nascimento.

INVERNO DAS ARTES

• Elza Soares – Sexta-feira (28/7), às 21h, no Grande Teatro do Palácio das Artes. R$ 100 (inteira) e R$ 50 (meia-entrada)

• Criolo – Sábado (29/7), às 21h, no Grande Teatro do Palácio das Artes. R$ 100 (inteira) e
R$ 50 (meia-entrada)

• Não Recomendados – Segunda-feira (31/7), às 20h30. Sala Juvenal Dias. R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia-entrada) Avenida Afonso Pena, 1.537, Centro. Informações: (31) 3236-7400

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA