De forrozeiro a mito: como Wesley Safadão tornou-se o cantor mais bem pago do Brasil

Há 12 anos com a banda Garota Safada, artista cearense repaginou visual e atualmente responde pelo segundo maior cachê do país, atrás apenas de Ivete Sangalo

por Adriana Izel 30/07/2015 10:04

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Arte: Correio Braziliense/D.A Press
De visual repaginado, cantor de forró transformou-se em fenômeno e alcançou o posto de segundo maior cachê entre artistas brasileiros, embolsando R$ 500 mil a cada show (foto: Arte: Correio Braziliense/D.A Press)
Até o ano passado, o cantor cearense Wesley Safadão poderia ser um mero desconhecido para quem não acompanha forró. Mas a carreira do artista começou há 12 anos no vocal da banda Garota Safada, formada pela mãe, pelo tio e por outros integrantes da família dele.

 

"Certo dia um cantor do grupo disse que não subiria mais ao palco e faltavam poucos minutos para começar o show. Minha mãe ficou desesperada e respondi que eu mesmo iria cantar. Só que nunca havia pego um microfone na vida. Foi um desastre”, conta bem-humorado à reportagem.

 

Em 2007, o hobby se transformou em profissão e, desde 2013, o grupo assinou um contrato com duas empresas, uma delas administrada pelos sertanejos Jorge e Mateus. A partir daí tudo mudou. O cabelo comprido do vocalista deu lugar ao coque; o nome Garota Safada foi substituído apenas por Wesley Safadão (apesar de a banda continuar a mesma); e as músicas começaram a ganhar o topo das rádios.

 

O primeiro sucesso nacional de Safadão foi 'Gelo na balada', que já foi regravada por Camila & Haniel e Cavaleiros do Forró, seguido de 'Camarote', um dos hits do carnaval que foi entoado por cantores de axé music. As duas músicas têm como características letras que mostram uma pessoa que foi desprezada amorosamente, mas está dando o troco. “É como dizem: os relacionamentos começam com Jorge e Mateus, terminam com Pablo e dão a volta por cima com o Wesley Safadão”, diz sobre suas faixas.

 

Leandro Santana/Divulgação
''É como dizem: os relacionamentos começam com Jorge e Mateus, terminam com Pablo e dão a volta por cima com o Wesley Safadão'', diz cantor (foto: Leandro Santana/Divulgação)
Se em 'Camarote' ele pede que a ex-amada o assista enquanto ele está de bobeira, hoje ele diz isso para quem não levava fé em sua carreira e costumava lhe “dar um gelo”: “Agora assista aí de camarote todo o meu sucesso”. O cantor se tornou o segundo maior cachê da música brasileira. Ele está atrás apenas da baiana Ivete Sangalo e ganha em média R$ 500 mil por show, como aponta levantamento feito pelo site Yahoo.

 

Trajetória
Mas o que levou Wesley Safadão a todo esse estrelato com ares de fenômeno? Ele diz que não é para tanto. “Acho que o sucesso se deu por conta do nosso show, que une alegria, música para dançar e um repertório sempre atualizado. As pessoas gostam disso, elas vão para festa para se divertir”, defende.

 

Ele também explica que a internet foi muito importante no crescimento da carreira. “Antes, as pessoas olhavam menos para o Nordeste e para nossa cultura. Hoje, com a internet, tudo ficou mais fácil e conseguimos ser percebidos”, completa.

 



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA