Com dados, youtuber questiona sexismo no Oscar

O canal Bryan & Nat aborda temas voltados ao entretenimento e criticou a presença das mulheres na premiação

por Agência Estado 20/02/2017 17:37

Reprodução/Youtube
"As mulheres devem se ver e serem vistas na frente e atrás das câmeras", disse Nat (foto: Reprodução/Youtube)
O canal Bryan & Nat, que aborda temas voltados ao entretenimento, fez um vídeo para falar sobre um problema no Oscar: o sexismo. Com base em dados, Nat mostrou como a academia tem preferência por premiar homens, não mulheres.

Um dos exemplos usados pela youtuber é que nos últimos dez anos, com exceção das categorias de atuação, apenas 19% das indicadas foram mulheres. Além disso, em toda a história da premiação, em 89 anos, apenas quatro diretoras mulheres foram indicadas. Só uma ganhou até o momento. "O que é estranho, porque nos Estados Unidos metade dos formandos de faculdade de cinema são mulheres", diz Nat.

A youtuber questiona a validade da categoria Melhor Atriz: "Se ela existe para que as mulheres se sintam incluídas, porque não existe a separação em outras categorias?". Para ela, a representatividade em um evento grande como o Oscar é muito importante. "As mulheres devem se ver e serem vistas na frente e atrás das câmeras."

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO