Restaurante na Itália dá desconto a 'crianças educadas'

Para evitar problemas nos almoços de domingo, dono do Storie di Cibo e di Vino decidiu oferecer 5% de desconto na conta para famílias cujos filhos pequenos se comportarem bem

por Ansa 16/02/2017 19:48

TripAdvisor/Divulgação
O restaurante em Pádua (foto: TripAdvisor/Divulgação)

O dono de uma enoteca na cidade de Pádua, na região italiana do Vêneto, decidiu colocar em vigor uma medida um tanto ou quanto inusitada para alguns de seus clientes: um desconto para famílias com "crianças educadas".


Antonio Ferrari, proprietário do estabelecimento Storie di Cibo e di Vino, disse que a ideia de "premiar" seu fregueses com filhos surgiu ao ver, um dia, uma mesa com 10 pessoas, sendo seis adultos e quatro crianças, onde os pequenos estavam quietos e tinham "muita compostura".


Pensando em como crianças podem ser "hiperativas", correndo entre as mesas, falando alto e, assim, atrapalhando outros clientes ao redor, Ferrari decidiu dar um desconto de 13 euros na conta da família, 5% do total.


"Eu faço isso para premiar os bons pais e te garanto que isso não acontece muito", disse o dono da enoteca, que não tem filhos. "Entendo o fato de que é difícil ser pai. Não se pode sempre dizer não e educar seus filhos à base do não, mas quando se está entre outras pessoas é preciso também ensinar respeito.   Por isso eu resolvi dar um desconto de 5% a quem conseguir educar bem seus próprios filhos", explicou Ferrari.

 

"Desde que começamos a abrir [a enoteca] para o almoço de domin, o o problema das crianças mal-educadas emergiu em toda a sua gravidade. [Eles] correm em todo lugar, jogam o pão no chão, te acompanham quando você caminha entre as mesas com os pratos. Geralmente, é verdadeiramente difícil trabalhar nessas condições", afirmou o proprietário do Storie di Cibo e di Vino.


Sobre a ideia, muitos italianos a elogiaram, afirmando que é uma ótima iniciativa para que as crianças consigam aprender com seus pais respeitar outras pessoas e serem melhores seres humanos desde pequenos. Por outro lado, outros internautas ressaltaram que um almoço de domingo, desses que toda a família está reunida, costuma ser bem demorado e as crianças começam a ficar inquietas, pelo simples fato de elas ainda não serem adultas.


Uma típica refeição da família italiana costuma levar no mínimo 2h30 devido, principalmente, à quantidade de pratos que são servidos. É normal que seja consumido nesses almoços um "antipasto", que é um tipo de entrada, como as famosas bruschetas ou pratos de frios; um "primo piatto" ("primeiro prato"), que geralmente é uma massa; um "secondo piatto" ("segundo prato"), que pode ser uma carne acompanhada de salada, por exemplo; uma sobremesa e, obviamente, o tradicional café.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE GASTRONOMIA