Polícia divulga fotos da cena de morte de Chris Cornell

Cantor cometeu suicídio depois de um show em Detroit, nos Estados Unidos

por Diário de Pernambuco 12/07/2017 11:29
A&M Records, Polícia de Detroit/Divulgação
Chris foi encontrado quase sem vida pelo seu segurança, Martin Kristen (foto: A&M Records, Polícia de Detroit/Divulgação)
A polícia de Detroit, nos Estados Unidos, divulgou os detalhes da investigação acerca da morte do cantor Chris Cornell, que se suicidou depois de um show na cidade em maio. Cerca de 74 fotos reveladas mostram sangue no chão do banheiro, a corda usada pelo músico para se enforcar e receitas de remédios e pílulas espalhadas pelo quarto do MGM Hotel, onde ele foi encontrado quase sem vida pelo seu segurança, Martin Kristen. As informações foram obtidas pela Detroit Free Pree por meio da Lei de Acesso à Informação.

As autoridades também tornaram público o áudio da ligação feita por um funcionário do estabelecimento para o serviço de emergência norte-americano no qual ele pede socorro, afirma que encontrou um homem enforcado e diz que estão tentando retirá-lo das amarras para então prestar os primeiros socorros com uma massagem cardiorrespiratória. "Entrei no quarto e a porta do banheiro estava um pouco aberta, eu podia ver seu pé", disse o segurança na investigação. Cornell começou a ser procurado depois que a sua esposa, Vicky Karayiannis, não conseguiu entrar em contato com ele e pediu ajuda a Martin Kristen.

O show no Detroit Fox Theatre era o último da etapa norte-americana da turnê da banda. De acordo com fãs que estavam no local, Cornell, que tinha 52 anos, coincidentemente improvisou trechos da canção In my time of dying ("Na hora da minha morte", em tradução livre), do Led Zeppelin, durante a última canção da apresentação, Slaves and bulldozers. Ele deixou a esposa, Vicky Chris Cornell e três filhos de 11, 12 e 16 anos.

O cantor foi um dos que lideraram o movimento "grunge" nos Estados Unidos. Nascido em Seattle, em Washington, ele iniciou a carreira profissional em 1984, quando formou o Soundgarden. Depois do fim da banda, em 1997, ele se juntou a três membros do Range Against Machine para integrar a Audioslave, que se dissolveu antes de Cornell se reagrupar com o Soundgarden.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS