Atores tentam explicar no palco como o Brasil se tornou o que é 'Hoje'

Espetáculo dos Conectores teve consultoria de filósofo e historiador e fará temporada no Galpão Cine Horto de sexta (19) a domingo (21)

por Mariana Peixoto 17/07/2019 08:00
André Veloso/Divulgação
(foto: André Veloso/Divulgação)

“Quantas vezes a gente repetiu esse 'hoje' ao longo da história e quantas vezes mais o repetirá?” Foi a partir dessa pergunta, em que o hoje é traduzido como os conflitos de raça, gênero e classe no Brasil, que o Coletivo Conectores chegou ao seu terceiro espetáculo – a montagem Hoje, que estreia nesta sexta-feira (19), no Galpão Cine Horto.

Em cena, sob a direção de Rogério Araújo, os atores Andréia Quaresma, Cris Moreira (também responsável pela dramaturgia) e Guilherme Théo apresentam, por meio de fragmentos, uma narrativa que remonta à formação socioeconômica do Brasil. “Mais do que falar do momento atual, queremos entender, por meio do processo histórico-social, como chegamos até aqui”, comenta Cris.

De acordo com ela, na forma, Hoje se assemelha à montagem anterior dos Conectores, Rosa choque (2015). “Naquele espetáculo, procurávamos compreender como o machismo estrutural chega à sociedade. Agora, acontece a mesma coisa, mas sob a perspectiva da nossa história.” Fragmentos apresentam situações em que os atores falam sobre a sociedade.

No palco, o trio não estará sozinho. Os Conectores se reuniram há uma década, como um coletivo de artistas de diferentes áreas: cinema, música, teatro, performance. Sendo assim, Hoje chega aos palcos trazendo também uma mistura de linguagens. “Esse foi o processo mais coletivo que a gente fez, tanto que há muitas pessoas em vídeos apresentados no espetáculo”, comenta Cris. Há tanto depoimentos individuais quanto cenas em que os atores contracenam, no vídeo, com alguns personagens.

Hoje vem sendo preparado há dois anos. Para o processo de criação da dramaturgia, o coletivo contou com a colaboração do filósofo Marco Antônio Alves e do historiador Carlos Oliveira. Em um momento inicial, foram discutidos os temas que os atores gostariam de tratar. Só depois teve início a escrita dos textos. “No início, queríamos falar sobre o nosso processo de colonização. Só que acabamos nos afastando desse tema”, conta Cris.

Mesmo que Hoje fale especificamente do Brasil, a atriz acredita que a montagem traga uma reflexão mais ampla. “Ainda mais porque vivemos em um país de dimensões continentais”, diz. Depois da curta temporada no Cine Horto, os Conectores partem para a Colômbia, onde apresentam, em agosto, em San Juan de Pasto, a montagem Rosa choque.

Hoje
Espetáculo do Coletivo Conectadores. Estreia nesta sexta (19), às 20h, no Galpão Cine Horto – Rua Pitangui, 3.613, Horto. Temporada às sextas e sábados, às 20h, e domingos, às 19h. Até 28/7. Ingressos: R$ 30 e R$ 15 (meia).

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE TEATRO