Nathalia Timberg revela segredos da produção do espetáculo 'Através da Iris'

Em bate papo no Sesiminas, a atriz revelou que os óculos usados por ela para interpretar Iris Apfel, foram feitos em 3D

por Helvécio Carlos 18/04/2019 12:18

Helvecio Carlos/E.M/D.A Press
Nathalia Timberg (centro) participou de debate ao lado da figurinista Tati Brescia (esq) e da jornalista Cris Guerra (foto: Helvecio Carlos/E.M/D.A Press)
Coisa rara nos teatros de Belo Horizonte, grande parte do público que lotou a terceira e última sessão do espetáculo Através da íris, no Sesiminas (domingo, 14), permaneceu no teatro para acompanhar o bate-papo entre Nathalia Timberg, a figurinista Tatiana Brescia e a jornalista Cris Guerra. "Muitos interessados", observou a atriz, de 89 anos, que interpretou Iris Apfel, ícone da moda.


Ao contrário desse tipo de evento pós espetáculo onde o ator fala em um tempo curto, Nathalia não ficou presa aos 15 minutos de praxe. Falou por quase meia-hora, lembrando curiosidades da produção como o presente que recebeu de de Iris Apfel, as dificuldades para conseguir um modelo de óculos bem próximo ao usado por Íris. A solução veio em uma impressora 3D. "Agora vocês não vejam a Nathalia, mas um manequim com a roupa criada pela Tati", disse, bem-humorada, entre os gritos de linda e maravilhosa, dos fãs na plateia.

 

 

 

"Estou meio embaraçada porque manequim não fala", brincou antes de começar o bate-papo. Nathalia disse que, entre as dificuldades de encarar o papel, o fato de a personagem estar vivo foi um dos pontos fortes para composição."Para entendê-la tive que me ater ao filtro do autor, que se inspirou em Iris Apfel, para criar uma figura inspirada nela", contou^, citando ainda a pesquisa em livros como uma autobiografia de Iris além de pessoas que tiveram contato direto com ela como Eric Bowman e Harold Koda. "Com todo esse material precisei da Tati (Tatiana Brescia) para me fazer acreditar que de alguma forma estaria me aproximando do que seria essa figura curiosíssima, que é um ícone da moda sem ao menos ser uma estilista".

 

 

 

Aos 89 anos, Nathalia Thimberg só demonstrou um leve cansaço quando um dos microfones do bate-papo deu problema. "Projetar (a voz), ao vivo, depois de dois espetáculos é meio cansativo", ponderou.