Drogas e literatura são tema de peça de autor russo no CCBB

'Dostoiévski trip', do dramaturgo Vladímir Sorókin, fica em cartaz até a próxima segunda-feira (9)

por Ana Clara Brant 02/07/2018 08:30
Cacá Bernardes/Divulgação
(foto: Cacá Bernardes/Divulgação)
A Rússia está presente na vida da diretora, iluminadora teatral e pesquisadora em artes cênicas paulista Cibele Forjaz há pelo menos três Copas. Isso porque ela praticamente emendou dois trabalhos com textos de escritores russos. Em 2010, dirigiu O idiota – Uma novela teatral, espetáculo baseado no clássico de Fiódor Dostoiévski. E desde o ano passado dirige Dostoiévski trip, do dramaturgo Vladímir Sorókin.


Essa é a primeira montagem brasileira do texto de Sorókin, considerado um dos grandes nomes da nova literatura russa. O espetáculo – que está em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), na Praça da Liberdade, até 9 de julho, com os atores da Cia. Livre e da Mundana Companhia, de São Paulo – começou a ser concebido ainda na época de O idiota. Arlete Cavaliere, ensaísta e professora de russo, estava traduzindo Dostoiévski trip e sugeriu a Cibele que levasse o texto aos palcos.


“Ela comentou que era uma obra incrível, que tinha essa questão da intertextualidade bem forte e por isso tinha muito a ver conosco”, conta a diretora, que esteve no sábado passado em Belo Horizonte para participar de um debate sobre a peça, cuja temporada na capital mineira começou em 9 de junho. “Demorei uns três dias para chegar aqui, porque estou fazendo um pós-doutorado em antropologia na região do Xingu. É mais longe do que a Rússia”, brincou.

 

A diretora e pesquisadora comenta que boa parte das pessoas têm mais contato com textos clássicos de russos, como o próprio Dostoiévski, Tchekhov ou Tolstói. Por isso ela ressalta a importância de se conhecer um autor contemporâneo como Vladímir Sorókin. “Essa peça é de 1997 e foi escrita após a entrada do capitalismo na Rússia. Ela reflete como isso impactou o país, seja na cultura, na sociedade, no próprio comportamento humano. Por isso é tão interessante”, analisa.

 

Na história, um grupo de dependentes aguarda a chegada de um traficante que lhes prometeu trazer uma novidade. Enquanto isso, conversam, discutem (e até mesmo brigam), citando grandes nomes da literatura mundial, como Kafka, Joyce, Simone de Beauvoir, Cervantes e seus supostos efeitos. Esse, contudo, não é um encontro amistoso entre amantes das letras, mas sim a reunião eventual de um grupo de pessoas que mal se conhecem e têm em comum apenas a condição de dependentes em busca de novas sensações. “Eles são viciados em literatura, numa droga coletiva chamada Dostoiévski. Assim como toda droga, ela tem good trips e bad trips”, diz Forjaz.

ENTROSAMENTO A montagem estreou em outubro de 2017 em São Paulo e já passou por Brasília e Rio de Janeiro. Após tantas apresentações (foram cerca de 120 nessas três temporadas), a diretora afirma que o elenco formado por Aury Porto, Edgar Castro, Guilherme Calzavara, Luah Guimarãez, Lúcia Romano, Marcos Damigo, Sergio Siviero e Vanderlei Bernardino está afiadíssimo. “Eles estão batendo um bolão, estão no melhor momento, porque é um time de atores que está entrosado, concentrado, e o resultado é uma goleada de ótimo teatro”, afirma, divertindo-se com a alusão ao futebol.


Cibele diz que foi uma feliz coincidência Dostoiévski trip estar em cartaz precisamente durante a Copa do Mundo na Rússia e acredita que pode haver um interesse maior do público em razão disso. “Convido todos para ver um texto russo primoroso, mas com o toque brasileiro. É uma mistura que dá jogo. Essa droga chamada Dostoiévski é muito melhor do que qualquer vodca”, assegura.

 

DOSTOIÉVSKI-TRIP

Texto de Vladímir Sorókin. Tradução de Arlete Cavaliere. Com Cia. Livre e Mundana Companhia. Direção: Cibele Forjaz. Até 9 de julho. De sexta a segunda-feira, às 20h.Teatro 1 do CCBB-BH. Praça da Liberdade, 450, Funcionários. Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada). Vendas: bilheteria e no site www.eventim.com.br. Mais informações: (31) 3431-9400.

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']