'Renato Russo - O musical' de graça na Praça da Estação no sábado (14)

Espetáculo em que ator Bruce Gomlevsky interpreta o líder da Legião Urbana faz sua 491ª apresentação; sessão será especial para o público belo-horizontino

por Márcia Maria Cruz 13/04/2018 09:00
Ricardo Brajterman/divulgação
Musical estreou em 2006 e completa sua 491ª exibição (foto: Ricardo Brajterman/divulgação)
Completando a 491ª exibição desde a estreia, em 2006, Renato Russo – O musical será apresentado na Praça da Estação, sábado (14), com entrada franca. “Ele era um grande poeta. Canções como Que país é este são muito atuais, pois falam da ética e são contra a corrupção”, afirma o ator Bruce Gomlevsky, que interpreta o líder da Legião Urbana há 12 anos.

“Estou feliz por estar em Belo Horizonte pela quarta vez, ampliando a gama de público, agora na Praça da Estação. A cidade nos acolhe muito bem”, diz Bruce. Com texto de Daniela Pereira de Carvalho, o espetáculo é dirigido por Mauro Mendonça Filho. Marcelo Alonso Neves assina a direção musical.

Renato Russo iniciou sua carreira em 1978, em Brasília, e morreu de Aids aos 36 anos, em 1996. “O espetáculo mostra a vida dele desde a adolescência. Colocamos os momentos mais importantes de sua trajetória, permeados por 22 canções”, conta Gomlevsky. A pesquisa se baseou em entrevistas, shows e pessoas que conviveram com o artista.

Em algumas praças do país, a plateia do musical chegou a 20 mil pessoas. Ícone do rock brasileiro, Renato formava a Legião Urbana com Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá. O grupo lançou os discos Legião Urbana (1985), Dois (1986), Que país é este (1987), As quatro estações (1989), V (1991), O descobrimento do Brasil (1993), A tempestade ou O livro dos dias (1996) e Uma outra estação (1997).

DRAMATURGIA Bruce ressalta que as canções se tornaram elemento essencial para recontar a história do compositor. “Elas não são meramente ilustrativas, fazem parte da dramaturgia. Renato cantava em primeira pessoa”, reforça. A obra de Renato Russo não se limita à Legião. Em Brasília, ele participou do grupo Aborto Elétrico e lançou o projeto autoral Trovador Solitário. O musical também contempla essas fases.

Bruce Gomlevsky estará acompanhado do grupo Arte Profana. “Eles já tocavam Legião. Era a maior banda cover do Rio de Janeiro”, explica. Depois de 12 anos de estrada, o ator acredita que o maior desafio é manter viva a chama de Renato entre os fãs. Porém, a missão não é difícil. Afinal, a Legião, que  acabou em 1996, nunca deixou de ganhar jovens fãs.

“Depois de todos esses anos, ainda é emocionante subir ao palco para interpretar o Renato. Sempre será. O espetáculo toca tanto as pessoas... É lindo ver aqueles jovens de 13, 14 anos que sabem todas as letras”, conta Gomlevsky.

Quem quiser conhecer melhor a trajetória do cantor e compositor tem à disposição biografias escritas por dois jornalistas: Renato Russo – O trovador solitário, de Arthur Dapieve, e Renato Russo: filho da revolução, de Carlos Marcelo.

RENATO RUSSO – O MUSICAL
Com Bruce Gomlevsky. Texto: Daniela Pereira de Carvalho. Direção: Mauro Mendonça Filho. Direção musical: Marcelo Alonso Neves. Sábado (14), às 19h30. Praça da Estação, Centro. Entrada franca.

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE TEATRO