Após 16 anos afastada de novelas, Myrian Rios comemora o sucesso no SBT

Atriz vive Ruth Goulart, uma das personagens de destaque da trama, e fala ao EM sobre a carreira e sua origem mineira

por Ana Clara Brant 04/07/2018 08:00
Lourival Ribeiro/SBT/DIVULGAÇÃO
"Minha relação com BH é de amor eterno. Durante minha infância, passava as férias de julho na casa dos meus primos e tios e ainda tenho muitos parentes que moram aí", diz Myrian Rios (foto: Lourival Ribeiro/SBT/DIVULGAÇÃO)


Ruth Goulart é a diretora de uma escola tradicional fundada por sua avó. Considerada uma mulher inflexível e exigente com seus funcionários e com os alunos, ela praticamente vive para o trabalho e defende que os estudantes podem avançar por meio da arte. Por isso o colégio oferece disciplinas de música, teatro, dança e fotografia. Ela não tem marido nem filhos e carrega uma mágoa que ninguém sabe ao certo o que é.

Ruth é uma das personagens de destaque da nova novela do SBT/Alterosa, As aventuras de Poliana, e marca o retorno de sua intérprete, Myrian Rios, à teledramaturgia, após 16 anos afastada da telinha. A atriz conta que planejava retomar sua carreira há algum tempo e que hoje vive um momento especial e feliz. “Ruth Goulart é rígida, mas carinhosa com seus alunos e com os professores sob seu comando. Ela incentiva a solidariedade e a generosidade. Seu coração está fechado, guardando um grande segredo, que o público vai amar. Mas não posso adiantar”, diz a atriz a respeito de sua personagem.

Myrian diz que o que mais a atraiu nesse projeto foi o cerne da história, criada pela autora Iris Abravanel. “O conteúdo dessa obra valoriza as virtudes e nos ensina a viver uma vida sempre feliz e com o coração agradecido,  mesmo diante de todas as preocupações. Nenhuma outra emissora tem um elenco infantil desse peso. As crianças interpretam, cantam, dançam, tudo com o maior profissionalismo. Fiquei impressionada”, comenta a atriz,  que se lembra de ter lido, quando criança, o livro Pollyanna, de Eleanor H. Porter, no qual o folhetim do SBT se inspira.

Convite - Com passagens pela Globo, Manchete e Canção Nova, Myrian Rios entrou em contato com emissoras colocando-se à disposição para novos trabalhos, quando sentiu vontade de voltar a atuar. Ela conta que não imaginava que o convite viria do canal de Silvio Santos, onde não havia atuado antes. “Trabalhar no SBT é diferente. As produções de novelas são feitas para crianças e com elenco infantil muito bom. Em nossas reuniões, foi esclarecido que precisávamos ter um comportamento, atitudes e palavras respeitosas por causa das crianças. Assim sendo, trabalhamos num clima leve, alegre, saudável. Não existem gritarias e palavrões, graças a Deus. Estou amando essa família SBT”, afirma.

Desde que estreou, em meados de maio, As aventuras de Poliana é um sucesso de audiência. Para a atriz, o êxito da novela, que conquistou um público além do segmento infantil ao qual é destinado, pode ser explicado pela maneira como a trama aborda determinados assuntos. “A novela fala de temas atuais, como bullying na escola, relacionamento falso entre os adultos, adolescentes apaixonados e casais lutando para fazer o casamento dar certo, entre outras histórias. E tudo isso com muito profissionalismo, diversão, bom gosto e um time de profissionais de primeira. Estamos vivendo um período em que buscamos diversão com responsabilidade e queremos dar um basta na violência”, opina.
Arquivo pessoal
Myrian Rios interpreta uma rígida diretora em 'As aventuras de Poliana' (foto: Arquivo pessoal)

Myrian completa 60 anos de vida em novembro – e 43 de carreira. Ela nasceu em Belo Horizonte, embora muita gente ache que a atriz é carioca ou paulista. Myrian conta que faz parte de uma família tradicional mineira, os Pinto da Cunha. Ao conversar com a reportagem do Estado de Minas, a atriz se lembrou de que o avô, Dimas Pinto da Cunha, trabalhou no extinto Diário de Minas e o avô Fortunato criou um dos primeiros jornais manuscritos do Brasil, O trabalho, fundado em Patos de Minas, em 1908.

“Minhas famílias paterna e materna são de Minas. Nasci em Belo Horizonte, depois nos mudamos para Guanhães (Vale do Rio Doce) e, com 5 anos de idade, fomos para São Paulo. As mudanças foram por conta do trabalho do meu pai, que era funcionário do Banco do Brasil”, relata. Mesmo há tanto tempo longe das Gerais, ela não deixou de ter contato com os familiares que ainda vivem aqui nem perdeu sua essência mineira. “Minha relação com BH é de amor eterno. Durante minha infância, passava as férias de julho na casa dos meus primos e tios e ainda tenho muitos parentes que moram aí, como minha madrinha, Zilia Pinto da Cunha Sposito, que mora no Prado. Em Guanhães, ficou somente a foto da casa onde moramos, que tinha o nome de ‘Casa Feliz’. Acho que o que tenho de mais mineiro é a pontualidade e a cortesia. Como diz o ditado, ‘mineiro não perde o trem, sô’. A pontualidade faz parte da minha rotina de mineira. E também como boa mineira amo doce de leite, queijo e um pão de queijo!”

Depois de morar durante anos no Rio de Janeiro em razão de sua carreira, Myrian voltou a viver em São Paulo no fim do ano passado devido à sua atuação na novela. Na semana passada, a atriz fez uma volta ao passado ao se ver no extinto programa de Moacyr Franco, durante participação do apresentador no programa Conversa com Bial. Foi ali que tudo começou. Myrian Rios foi a grande vencedora do Moacyr Franco show, concurso de novos talentos que acabou lhe rendendo uma participação em telenovelas da Rede Globo.

“Eu tinha 16 anos e morava em São Paulo. Estava começando uma carreira de modelo quando uma produtora me enviou para a Globo, na Avenida São João, para um teste. Chegando lá, encontrei o querido Mário Lúcio Vaz, também mineiro de BH (que foi diretor artístico da emissora) e ele me perguntou se eu queria fazer um teste para atriz. Durante os 10 anos em que trabalhei na Globo ele foi meu conselheiro amigo. Não posso deixar de mencionar outro grande profissional que também torceu pelo meu sucesso e me acompanhou de perto nessa jornada, o Boni.”

Dali por diante, Myrian foi colecionando papéis de destaque na emissora carioca, como a Irene em Feijão e o sonho, a Shirley em Marrom glacê, a Gabriela em Ti ti ti, e Ana Galhardo em Bambolê. A última novela de que havia participado foi O clone, em 2001. “Quando comecei, não existiam os cursos de teatro que existem hoje. Fui aprendendo fazendo. Se precisava chorar ou me emocionar, buscava uma maneira minha, própria. Se falava muito rápido e cantado, tinha que buscar corrigir rápido. Tive ajuda de grandes atores, como Nívea Maria, Cláudio Cavalcanti, Aracy Balabanian, Carlos Eduardo Dolabella, entre tantos atores incríveis”, cita Myrian.

No período em que deixou de atuar, Myrian enveredou por outras áreas, como a apresentação de programas no canal católico Canção Nova. Sem esconder sua fé, Myrian Rios gosta de falar sobre sua relação com a religião. “É meu alimento, minha alegria e força. Fui missionária aliança por 10 anos na Canção Nova e durante esse tempo aprendi a importância da oração, do jejum e do perdão.” A atriz aprova o pontificado de Francisco. “Ele tem uma missão muito importante para a humanidade e cuida do rebanho com muito amor.”

A política também fez parte de sua trajetória. Em 2010, foi eleita deputada estadual pelo PDT do Rio de Janeiro. Myrian diz categoricamente que não há a menor possibilidade de voltar à política, mas se diz esperançosa com o futuro. “Estou confiante na Lava-Jato, que veio colocar ordem no país. Acredito que existe luz no final do túnel e ela brilhará em nossa nação, nosso querido Brasil.”

GRANDE AMOR


O casamento de 12 anos com Roberto Carlos é um assunto inevitável quando se trata de Myrian Rios. A atriz e apresentadora, que tem dois filhos – Pedro, de 16, do relacionamento com o ator André Gonçalves, e Edmarzinho, de 21, fruto do casamento com o cirurgião plástico Edmar Fontoura –, faz questão de falar com carinho do relacionamento que teve com o Rei. No começo do ano, quando foi assistir a uma apresentação de RC em São Paulo e, pela primeira vez, ganhou a famosa rosa vermelha que o Rei joga para a plateia, ela declarou que Roberto Carlos é o grande amor de sua vida. “Faço questão de lembrar o quanto Roberto foi e é importante na minha vida. Sou admiradora do trabalho e profissionalismo dele.”

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE SERIES-E-TV