O que você deve fazer quando seu nariz entope? Siga as orientações

Responsável pelo olfato, esse órgão complexo no nosso rosto precisa de cuidados especiais para uma respiração adequada e saudável

Pixabay
(foto: Pixabay)

O nariz é um órgão complexo que aquece, umidifica e filtra o ar que vai para os pulmões. O nariz é revestido por dentro por uma mucosa repleta de vasos, o que dá a ele o poder de absorver alguns tipos de drogas e medicamentos rapidamente. Essa capacidade de absorção pode ajudar inclusive os diabéticos: a insulina inalável foi recentemente liberada pela Anvisa.

OLFATO


Utilizando cerca de 5 milhões de células olfatórias, conseguimos perceber aromas os mais diversos. Apenas como curiosidade: algumas raças de cães têm aproximadamente 200 milhões dessas células, o que dá a eles um poder incrivelmente maior que o nosso!

Essas células são muito sensíveis e podem ser lesadas irreversivelmente pelo cigarro, viroses e substâncias químicas. A gravidez e a fome aumentam nossa sensibilidade aos cheiros e, com a idade, essa capacidade pode diminuir, a exemplo do que ocorre com a visão e a audição.

A diminuição do olfato (hiposmia) é muito frequente e pode preceder o aparecimento de sintomas motores nos pacientes portadores de Doença de Parkinson

OBSTRUÇÃO NASAL


De cada lado no nariz, temos 3 estruturas denominadas cornetos ou conchas nasais, formando uma série de reentrâncias que aumentam a superfície de limpeza, a troca de umidade e de calor através da qual o ar passa. 

A maior delas, o corneto inferior tem a capacidade de aumentar e diminuir de tamanho acumulando sangue. Um de cada lado, o corneto inferior aumenta de volume de acordo com a temperatura e umidade do ar, posição da cabeça, presença de substâncias irritantes e nos processos inflamatórios ou infecciosos da cavidade nasal.

Os cornetos inferiores aumentam especialmente nos processos de rinite alérgica, gripe e resfriados.

            Leia também: "Doutor, afinal de contas, o que eu tenho é asma ou bronquite?"

Um corneto inflamado muitas vezes triplica de tamanho bloqueando o fluxo normal de ar. Quando isso ocorre, imediatamente segue-se desconforto e muitas vezes diminuição do olfato. Se o Septo Nasal, parede cartilaginosa e óssea que divide a cavidade nasal, estiver desviado, a obstrução pode ser ainda mais intensa.


A inflamação crônica da cavidade nasal, associada ou não a fenômenos alérgicos, pode gerar o aparecimento de pólipos nasais. A polipose nasal causa entupimento do nariz, diminuição ou perda do olfato e sinusite crônica – infecção de cavidades na face, que se comunicam com a fossa nasal. Os desvios do septo nasal e processos infecciosos, tais como gripes, também favorecem as sinusites agudas e crônicas

TRATAMENTO

O tratamento sempre dependerá da causa. Quando a causa principal é alergia, o controle do ambiente, especialmente do quarto de dormir (retirar objetos desnecessários, animais domésticos, travesseiros ou cobertores antigos), a mudança de hábitos (evitar perfumes, desodorantes, cigarro) e medicamentos costumam ajudar muito.

Nos casos mais difíceis, a aplicação de calor nos cornetos através de radiofrequência é processo realizado sob anestesia local e a melhora geralmente é expressiva.

Quando o problema é o desvio do Septo Nasal, a cirurgia é o tratamento mais indicado. E, com o avanço das técnicas cirúrgicas, usualmente não são mais utilizados curativos que ocluem o nariz (tamponamento nasal), que tanto desconforto causavam no pós-operatório.


A polipose nasal é doença de tratamento mais complexo e envolve o controle do ambiente, medidas de higienização nasal e uso de medicamentos tópicos e muitas vezes cirurgias.

O QUE FAZER SE MEU NARIZ ENTUPIR?


• Evite ambientes frios ou com muita poeira

• Não use perfumes, cremes ou desodorante que contenham perfumes

• Lave o nariz com frequência, mas utilize somente soro fisiológico a 0,9% - não use água pura;

• Controle o uso de remédios que “desentopem” o nariz rapidamente. Eles são derivados de adrenalina: causam dependência se usados por muitos dias consecutivos, podem causar arritmias cardíacas e elevar a pressão arterial;


• Procure um Otorrinolaringologista, se seu problema não melhorar ou for crônico.

 

Se você tem dúvidas, mande pra mim: rattes.otorrino@gmail.com

 

Meu nome é Alexandre Rattes e trato de doenças dos ouvidos, nariz, garganta, ronco e apneia do sono.

Erro ao renderizar o portlet: 0000 - Main - Vitrine

Erro: