Saiba como se prevenir de inflamações na canela

Falta de preparo muscular e pisada inadequada podem sobrecarregar a tíbia e causar muita dor.

por Gláucia Chaves 23/04/2015 13:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Correr e caminhar são algumas das atividades físicas mais populares. Um par de tênis confortável e você está pronto para colocar o pé na estrada. Acontece que a coisa não é bem assim. Os famosos atletas de fim de semana correm sérios riscos de se machucar ou de ter lesões graves, já que o corpo não está acostumado a tanto movimento. Gustavo Cavalcanti, ortopedista do Hospital Santa Luzia, explica que uma dessas complicações é a síndrome do estresse tibial — ou apenas canelite. Como o nome sugere, o problema caracteriza-se por inflamações na tíbia, osso da canela, que causam dor e incômodo ao paciente.

De acordo com o especialista, o problema acontece quando há mais esforço do que a canela pode aguentar. “É uma fadiga que causa microfraturas”, detalha. “Não vai chegar a quebrar o osso, mas causa edema.” No início, o paciente sente um incômodo na parte central da canela. A dor vai aumentando com o tempo até que se torna insustentável correr ou até mesmo andar. Além dos corredores eventuais, quem pratica artes marciais que envolvem exercícios em sacos de areia também está entre os mais expostos à canelite. “Qualquer atividade com muita intensidade pode causar fratura de estresse”, resume Gustavo Cavalcanti.

Valdo Virgo/CB/D.A.Press
Clique na imagem para ampliá-la e saiba mais (foto: Valdo Virgo/CB/D.A.Press)

VÍDEOS RECOMENDADOS