Lançamentos

por 14/12/2013 00:13
Globo/Reprodução
(foto: Globo/Reprodução)
RITOS DE ADEUS
De Hannah Kent
Editora Globo Livros, 320 páginas, R$ 39,90



Em 1828, na gelada e inóspita Islândia, a jovem Agnes Magnúsdóttir é acusada de matar e queimar dois homens. A brutalidade do crime define sua pena: morte por decapitação. Ela aguarda o dia de sua execução sob o teto de uma família local, obrigada a abrigar a criminosa pelo comissário da região. Agnes vive seus últimos dias à espera, tendo como companhia o frio, o silêncio e o medo. Hannah Kent nasceu em Adelaide, na Austrália, em 1985 e é cofundadora e diretora executiva da revista literária australiana Kill your darlings. Este é seu livro de estreia.

RECADO DO NOME
De Ana Maria Machado
Editora Companhia das Letras, 190 páginas, R$ 37


Um dos estudos mais criativos sobre a obra de Guimarães Rosa, o livro foi originalmente tese orientada por Roland Barthes. Em linguagem clara, despojada dos excessos teóricos da crítica literária dos anos 1970, a autora examina a relação entre o nome dos personagens e a estruturação da narrativa na obra de Guimarães Rosa. Consciente da pluralidade de sentidos que a palavra adquire, a escritora demonstra que o nome é carregado de significado e encontra-se na gênese do processo criativo literário.

O CARISMA DE ADOLF HITLER – O HOMEM QUE CONDUZIU MILHÕES AO ABISMO
De Laurence Rees
Editora Leya, 400 páginas, R$ 54,90


De autoria do diretor e produtor do documentário The dark charisma of Adolf Hitler, o livro investiga como um criminoso de guerra sem precedentes na história do mundo se transformou em alguém capaz de transformar a democracia alemã em base de um Estado totalitário. O Holocausto, a invasão nazista da União Soviética e a eclosão da Segunda Guerra Mundial são analisadas a partir da capacidade de Hitler em obter colaboração para seus projetos, a partir de depoimentos de fontes primárias.

O MUNDO SEGUNDO GARP
De John Irving
Editora Rocco, 608 páginas, R$ 59,50


O romance acompanha a trajetória de quatro gerações, tendo como personagem central um talentoso escritor, cuja trajetória é marcada, ao mesmo tempo, pelo trágico e pelo inusitado. Com uma galeria de personagens excêntricos que fazem parte da vida e obra de Garp, a trama leva o leitor a um jogo metalinguístico. Foi adaptado para ao cinema com Robin Williams no papel principal. Do mesmo autor já foram lançados no Brasil A última noite perto do rio e As regras da casa de Sidra.

O PASSADO QUE NÃO PASSA
Organizado por Antônio Costa Pinto e Francisco Martinho
Editora Civilização Brasileira, 336 páginas, R$ 40


Reunião de ensaios em torno da memória do passado autoritário na Europa do Sul e na América do Sul. Entre os artigos, Marco Tarchi analisa o passado fascista e a democracia na Itália; Dimitri Sotiropoulos estuda o contexto do autoritarismo e da transição democrática na Grécia; Daniel Aarão Reis trata em seu texto do governo Lula e da construção da memória do regime civil-militar; e Alexandra de Barabona de Brito faz análise comparada entre a política do passado na América Latina e na Europa do Sul.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE PENSAR