Delegada Tanos prende Homem-Aranha, Lanterna Verde e Batman

Funcionário do Trem da Alegria, Aranha foi flagrado com armas de fogo e coletes da polícia. Lanterna e Batman tentaram impedir a prisão do amigo atirando pedras na viatura

por Estado de Minas 14/05/2019 18:21

Reprodução/Twitter
(foto: Reprodução/Twitter)
É isso mesmo que você leu. Três "super-heróis" que faziam animação em trenzinho da alegria na Avenida Beira-Mar, em Fortaleza, foram presos e autuados, na segunda-feira (13), pela delegada Malake Waked Tanos. Eles estavam com armas de fogo e coletes a prova de balas da Polícia Militar do Ceará.

 

Segundo a polícia, os homens se fantasiavam de Lanterna Verde, Homem-Aranha e Batman para fazer animar crianças e adultos no Trem da Alegria, veículo que circula pela orla de Fortaleza. 

SSPDS/Divulgação
O trio preso trabalhava animando crianças na orla de Fortaleza (foto: SSPDS/Divulgação)

Na casa de Nailson de Sousa Gomes, de 27 anos, o “Aranha”, foram encontradas uma arma de fogo, coletes balísticos e outros materiais ilícitos. Os militares fizeram buscas pela casa e também no quintal, onde encontraram enterrados armas e munição.

No momento da apreensão, os policiais perceberam uma movimentação na parte externa da casa. Ao saírem, viram dois indivíduos atirando pedras contra a viatura. Eram os irmãos  Almeida Balbino de Souza, de 19, e Almino Silva Souza, 24, que trabalhavam com Aranha no Trem da Alegria. Os dois receberam ordem para cessar o ataque e foram abordados e contidos pelos policiais.

O trio foi encaminhado para o 9º Distrito Policial (DP), unidade da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) responsável pela região.

Nailson de Sousa, o Aranha, foi autuado em flagrante por posse ilegal de arma de fogo e também por receptação. Já os irmãos Almeida e Almino de Souza foram autuados por dano ao patrimônio público, desobediência e resistência à prisão. A Polícia Civil mantém as investigações e também diligências na região, agora com o objetivo de capturar outros partícipes da ação criminosa.
Reprodução/Facebook
A delegada Malake Waked Tanos (foto: Reprodução/Facebook)
 
REPERCUSSÃO
 
A inusitada prisão viralizou nas redes sociais. Confira algumas reações:
 
 
 

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']