Coca-Cola pretende investir em bebidas com infusão de maconha

Grandes marcas têm entrado na indústria desde que o Canadá aprovou o uso recreativo da erva

por Luiz Augusto Barros* 18/09/2018 21:44
Flickr
(foto: Flickr)
A Coca-Cola informou na segunda-feira que está monitorando o mercado de bebidas com infusão de maconha com o objetivo de superar a baixa demanda por refrigerantes com alto teor de açúcar, diversificando a marca para bebidas saudáveis e a base de café. 

Após anúncios da Constellation Brands, fabricante da cerveja Corona, e da Molson Coors Brewing, a Coca-Cola seria a primeira grande fabricante de bebidas não alcoólicas a produzir produtos a base de cannabis. A Diageo, maior fabricante de bebidas alcoólicas do mundo, também pretende entrar no ramo e negocia com pelo menos três produtores canadenses de cannabis.

Para desenvolver bebidas que aliviam inflamações, dores e cólicas, a Coca-Cola faria uma parceria com a Aurora cannabis, já que ambas demonstraram interesse na produção de bebidas com infusão de canabidiol, mas optaram por não comentar sobre especulações de mercado.

De acordo com a Euromonitor International, até 2020 as vendas em mercados legalizados dos EUA passarão de 5,4 bilhões de dólares, em 2015, para 16 bilhões ($66 milhões de reais). A cannabis poderia gerar R$ 831 milhões em 15 anos, informa a Constellation.
 
*Estagiário sob supervisão da editora Liliane Corrêa 

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']