Aluna cria perfil no Twitter para alertar estudantes sobre 'onde tem papel e sabão' na UFMG

Estudante do curso de Letras afirma que 'o desespero é nacional' e que a falta dos produtos nos banheiros da universidade é recorrente

por Lucas Negrisoli * 14/06/2018 11:44
PxHere
(foto: PxHere)
O aperto no ambiente universitário alcançou um novo patamar. Pelo menos é o que indica a página “tem sabao e papel UFMG”, criada pela aluna Daniela Zschaber, que cursa o segundo período de Letras. 

Com a intenção de trazer “informações em tempo real de onde ta tendo papel e sabao”, o perfil indica para os estudantes banheiros na UFMG que tenham os produtos. A aluna, que diz ter “mania de lavar as mãos”, conta que a falta de sabão na universidade é uma insatisfação comum para os alunos. “Sempre fico desesperada quando quero lavar a mão e sei que não vou encontrar sabão com facilidade”, afirma. 

Apesar disso, “Ontem, eu estava no CAD 2, fui ao banheiro e vi que tinha sabão. Pensei comigo ‘preciso contar para todo mundo que tem sabão aqui’”, relata. Desde que criou a página nesta quarta-feira (13), Daniela diz que vários alunos da UFMG replicaram o conteúdo. “Muita gente tem retweetado com a frase ‘o desespero é real’. E é verdade, às vezes a gente precisa de papel e não acha, tem que descer um andar, dois, ir para outro prédio”, desabafa. 

Arquivo pessoal
A criadora do perfil "tem sabao e papel UFMG", Daniela Zschaber (foto: Arquivo pessoal)

Para a aluna, a necessidade de criar a página e a repercussão dela é uma fatalidade. “Estamos dentro da universidade e, ao mesmo tempo que é engraçado, é triste que tenhamos que utilizar uma conta que avisa onde tem coisas básicas. É trágico, por um lado, mas depois que criei o Twitter, se tornou um pouco cômico”, explica. “Eu não esperava que a repercussão fosse tão bacana. Em menos de duas horas eu já tinha mais de 150 seguidores, muitas respostas”, relata. 


Sobre a situação da UFMG, Daniela diz não saber a razão certa para o problema, mas afirma que a repercussão da página prova que ele existe. “Não sei ao certo se é a falta de produtos ou a falta de reposição, mas conseguimos identificar um erro”, argumenta. A aluna aponta, também, que algumas faculdades dentro do campus são mais privilegiadas que outras. “Enxergo muitos prédios mais privilegiados que os outros, não só em relação ao papel e sabão, mas através das respostas consigo identificar que há algum erro”, explica. 


Após a criação do “tem sabao e papel UFMG”, alunos de outra universidade federal também criaram um perfil parecido, o “Tem papel e sabão UFG”, que tenta aplicar a ideia para a Universidade Federal de Goiás (UFG). “O desespero é nacional”, brinca Daniela.


O Olha Só questionou a UFMG sobre a situação apontada pelos alunos, mas a universidade não se pronunciou até a publicação desta reportagem. Assim que isso acontecer, este texto será atualizado.
 
*Estagiário sob supervisão do editor Benny Cohen 

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']