Quarteto de cantores Il Divo traz a BH seu pop com roupagem lírica

Formado por Carlos Marin (Espanha), Urs Buhler (Suíça), Sebastien Izambard (França) e David Miller (EUA), grupo se apresenta nesta terça (14) no KM de Vantagens

por Redação EM Cultura 13/05/2019 08:50
POLADIAN/DIVULGAÇÃO
Idealizado por Simon Cowell, o quarteto Il Divo é formado por Carlos Marin (Espanha), Urs Buhler (Suíça), Sebastien Izambard (França) e David Miller (EUA) (foto: POLADIAN/DIVULGAÇÃO)
O espanhol Carlos Marin, o suíço Urs Buhler, o francês Sebastien Izambard e o norte-americano David Miller formam o quarteto vocal 'Il Divo'. Comemorando 15 anos de carreira com a turnê Timeless, também nome de seu álbum mais recente (2018), o grupo de crossover de música pop com ópera chega a Belo Horizonte nesta terça (14) para apresentação no KM de Vantagens Hall.

Acompanhados por orquestra, os quatro cantores líricos deixam de lado o repertório clássico para apresentar versões para pérolas da música pop mundial, como Hello, de Adele, Angels, de Robbie Williams, Love me tender, de Elvis Presley, e Smile, de Charlie Chaplin.

Para o tenor Urs Buhler, apresentar tais canções é muito diferente de entoar clássicos. “O repertório clássico já está definido. Então, como cantor, sei até aonde posso ir com a minha voz. Sei que, se for além, estarei errado. Agora, com a música popular, é mais difícil. Você tem que cantar pelo coração, tem que apresentar aqueles grandes finais. Sua voz e interpretação têm que ser mais flexíveis. Se estiver em um mau dia, será complicado”, diz ele.

O grupo foi idealizado pelo britânico Simon Cowell, mais conhecido como jurado dos reality shows American idol e The X factor. Nesses 15 anos de trajetória, o Il Divo chama a atenção pelos números. São 30 milhões de álbuns vendidos, 160 discos de ouro e platina em 33 países. Outra marca importante foi ter sido o primeiro grupo vocal de crossover a obter o topo da parada da Billboard dos EUA.

“Nesse período, nosso estilo não mudou. A mágica que estabelecemos com o primeiro álbum (Il Divo, 2005) é a mesma. O que mudou foi todo o resto. No início, gravávamos muito. Nos dois primeiros anos, foram três discos. E também viajávamos sem parar. Eram três semanas de folga em um ano. Agora, não. Cada um tem outras prioridades (alguns com carreira solo), mesmo que continuemos fazendo turnês constantes.”

Ainda falando sobre a repertório do Il Divo, Urs Buhler diz que prefere não fazer diferenciação. “Não faz diferença se cantamos uma música pop ou Nessun dorma (ária da ópera Turandot, de Puccini), cuja melodia todo o mundo conhece. O público responde melhor ao que ele conhece. Assim, tanto faz se a música é popular ou clássica”, afirma. (MP)

IL DIVO
Apresentação nesta terça (14), às 21h, no KM de Vantagens Hall BH, Avenida Senhora do Carmo, 230, São Pedro. Ingressos: arquibancada: a partir de R$ 240 e R$ 120 (meia); cadeira Setor 1: R$ 440 e R$ 220 (meia); Setor 2: R$ 400 e R$ 200 (meia);
Setor 3: R$ 360 e R$ 180 (meia); Setor 4: R$ 320 e R$ 160 (meia).

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE MUSICA