O verão taí, mas 2019 ainda não tem a música-chiclete da temporada

Candidatas ao posto, como Jenifer e Parado no bailão, demonstram que a mistura do funk e do sertanejo com forró e pagode é a tendência da estação

por Pedro Galvão 12/01/2019 09:00

Lepo lepo, “sua presença me deu onda”, Tá tranquilo, tá favorável, “Ah lelek lek”. Tão certo quanto o próprio carnaval é a consagração de uma música, quase sempre de refrão inusitado e marcante, nessa época do ano. Executado à exaustão durante a estação e muitas vezes relegado ao esquecimento nos meses seguintes, o hit do verão se tornou objetivo de muitos artistas, desde os mais famosos até aqueles que procuram nele a porta de entrada para a fama. Com a chegada de janeiro, já é possível identificar candidatos ao título nas paradas de sucesso das rádios e serviços de streaming. Nas próximas semanas, mais apostas devem ser lançadas, segundo o calendário divulgado pelas gravadoras.

No fim de novembro, sob os holofotes da milionária UEFA Champions League, maior competição de clubes de futebol do mundo, Neymar marcou pelo PSG contra o Liverpool e sua comemoração ressoou diretamente em Minas Gerais. No gramado, o craque cantou e coreografou o funk Parado no bailão, do jovem MC L da Vinte, de 19 anos, natural de Contagem. A música foi gravada em parceria com MC Gury.

Pouco mais de um mês depois, a faixa é a quinta mais tocada do Brasil no Spotify. Lançada em julho, ela alcançou em três meses 100 milhões de visualizações no YouTube. Depois da forcinha de Neymar, ela já chegou a 185 milhões. Para não perder o embalo, o MC L da Vinte já está com outro lançamento preparado: Ela é demais, que será divulgada com clipe no próximo dia 19.

A próxima candidata a hit do MC mineiro é bem diferente do funk que fez a cabeça do craque do PSG. Gravada em um estúdio em Ribeirão das Neves, Ela é demais mistura funk com pagode, traz pandeiro e cavaquinho. Uma prévia da canção – um trecho da letra, gravado com voz e violão – foi lançada no YouTube há um ano.

Com grande repercussão nas redes sociais, no topo da listagem do Spotify está Jenifer, do paraibano Gabriel Diniz, que, para alguns, já detém o troféu de hit do verão 2019. A versão, em ritmo de forró com sertanejo, traz uma brincadeira com o aplicativo de relacionamentos Tinder. “O nome dela é Jenifer / Eu encontrei ela no Tinder / E não é minha namorada / Mas poderia ser”, diz o refrão, cuja referência a um elemento em voga entre os jovens nas redes sociais é ponto em comum com hits de verões passados. No YouTube, Jenifer soma mais 67 milhões de execuções e já chamou a atenção até do produtor e DJ norte-americano Diplo, que citou a canção em seu Instagram, em foto ao lado de Anitta.

PAGONEJO

Os números do Spotify apontam que os sucessos mais populares do verão novamente virão do funk, do sertanejo ou da mistura desses ritmos com forró ou pagode. É o caso do “pagonejo” de melodia cadenciada Atrasadinha, de Felipe Araújo e Ferrugem, cuja versão ao vivo é a segunda música brasileira mais ouvida no streaming em 2019. No top 10 ainda figuram nomes já populares como Wesley Safadão, com Só pra castigar, e Marília Mendonça, com Ciumeira, embora as duas músicas tenham sido lançadas há alguns meses.

Essa lista pode ganhar alguns novos títulos em breve. A estação aquecida, não só pelas altas temperaturas, mas também pelas férias, festas e pelo próprio carnaval é sempre alvo das principais produtoras e das maiores figuras do pop nacional. Em alguns casos, elas costumam até se juntar, como será o caso de Ludmilla e Anitta, que vão lançar um single em parceria ainda neste mês. O nome da música ainda não foi divulgado.

A própria Anitta, que há pouco mais de um ano emplacou Vai malandra, uma das mais tocadas em 2018, ajuda a alavancar hits de outros artistas. Em dezembro, a cantora postou um vídeo instantâneo no Instagram cantando o funk Vamos pra gaiola, de Kevin o Chris, com participação de FP do Trem Bala. Na ocasião, ela disse que Kevin fez a música para ela, mas que não foi possível participar da gravação. Com letra carregada de referências sexuais, assim como a versão original de Deu onda, de MC G15, grande sucesso do verão passado, Vamos pra gaiola tem a batida acelerada do “funk 150 bpm”, outra tendência do momento.

O single já tem mais de 3 milhões de execuções no YouTube. O Baile da Gaiola, um dos mais badalados na atual fase de renovação do funk carioca, ainda inspirou o Medley da Gaiola, de Kevin o Chris e Dennis DJ, e Hoje eu vou parar na Gaiola, de Rennan da Penha e MC Livinho. Ainda na moda do “150 bpm”, Agora é tudo meu, de Dennis DJ e MC Kevinho, terceiro lugar no TOP 50 Brasil do Spotify, é outro postulante a mais tocada do verão.

TENTANDO EMPLACAR
Conheça os candidatos já lançados a hit do verão de 2019: Parado no bailão

(MC L da Vinte e MC Gury)

 

 

Jenifer (Gabriel Diniz)

 

 

Atrasadinha (Ferrugem e Felipe Araújo)

 

 

Agora é tudo meu (Dennis DJ e MC Kevinho)

 

 

Só pra castigar (Wesley Safadão)

 

 

Ciumeira (Marília Mendonça)

 

 

Vamos pra Gaiola (Kevin o Chris, com participação de FP do Trem Bala)

 

 

Medley da Gaiola (Dennis DJ e Kevin o Chris)

 

 

Hoje eu vou parar na Gaiola (Rennan da Penha e MC Livinho)

 

 

Só você(Dennis DJ e MC G15)

 


E mais...

Luis Fonsi volta com Vida

Barbudo e com várias tatuagens à mostra. Esse é o Luis Fonsi na capa de seu novo álbum, Vida, que será lançado em 1º de fevereiro. O disco, já disponível para pré-venda no Japão e em outros países orientais, será predominantemente em espanhol. O dono do hit Despacito reúne no registro sucessos dos últimos dois anos, além de faixas exclusivas como o R&B Sola e a balada romântica Le pido al cielo.

Britney Spears em modo pausa

Britney Spears anunciou recentemente uma pausa na carreira para se dedicar ao pai, Jamie Spears, com graves problemas de saúde. O próximo disco da cantora terá como produtor-executivo o hitmaker Justin Tranter (Imagine Dragons, Selena Gomez), mas não se sabe quando o disco sairá – se neste ano ou no próximo. Além do álbum, também foi adiada a temporada que Britney faria em Las Vegas. As 32 apresentações do show Domination começariam em 17 de fevereiro e estão, por ora, adiadas.

Lady Gaga aposta no Oscar

Por falar em Vegas, a temporada de Enigma, primeira residência de Lady Gaga em Las Vegas, iniciada no dia 28 de dezembro, só tem recebido boas críticas. “Altamente espetacular”, destacou a Variety. “Enigma é a forma de Gaga compartilhar uma epifania que só podemos presumir que ela tenha experimentado recentemente”, avaliou a Entertainment Weekly. Por ora, foram agendados 11 meses do show. Protagonista de Nasce uma estrela, a cantora deixou fevereiro – o mês do Oscar – livre
de apresentações.

O ex-presidente é pop

Mesmo fora da Casa Branca, Barack Obama manteve a tradição de divulgar uma lista com o melhor que viu, ouviu e leu no ano – neste caso, 2018. É claro que o bestseller Minha história, de Michelle Obama (o livro mais vendido de 2018 nos EUA), encabeça a lista. Na seara da música, Obama continua supereclético. Tem Prince (Mary don’t you weep), Leon Bridges (Bad bad news), Cardi B (I like it) e Janelle Monáe (Make me feel). A lista completa está no Facebook de Obama.

Shallow vira No chão

Shallow, a balada em que Lady Gaga divide os vocais com Bradley Cooper (e que venceu o Globo de Ouro de melhor canção), já começa a ganhar versões. A banda pernambucana Desejar divulgou sua interpretação para o hit com No chão, que tem ritmo de forró. Um arrasa-quarteirão mundial que acabou arrasado por uma versão brasileira foi The blower’s daughter, de Damian Rice, que por aqui virou É isso aí, com Ana Carolina e Seu Jorge.

“Tempo” de Iorc faz aniversário

Sumido das redes sociais desde 7 de janeiro de 2018, quando anunciou, via Instagram, que um descanso iria lhe fazer bem, Tiago Iorc continua sem dar as caras nas redes sociais. Na internet, há boatos de que ele passou uma temporada nos Estados Unidos, onde morou na adolescência. O empresário do cantor, Felipe Simas, afirmou que não há compromissos agendados para ele.

Os Carter promovem o Louvre

O clipe que Beyoncé e Jay-Z gravaram no Louvre (para a música Apeshit) ajudou a elevar o número de visitantes do museu parisiense. Em 2018, o Louvre recebeu 10,2 milhões de visitantes, o maior público já atingido por um museu. A recuperação do número de turistas em Paris, após a queda depois que militantes islâmicos mataram 130 pessoas na capital francesa em novembro de 2015, também ajudou a instituição a aumentar em 25% o número de visitantes em relação a 2017. Em Apeshit, o casal se apresenta em frente à Mona Lisa, e Vênus de Milo, entre outras obras icônicas do museu. No YouTube, o vídeo teve quase 150 milhões de visualizações.

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE MUSICA