Noel Gallagher encerra a turnê brasileira em Belo Horizonte neste sábado

Fundador do Oasis e nome de ponta do rock inglês, Noel Gallagher faz show em BH. Astro veio ao Brasil divulgar o disco solo Who built the moon ao lado da banda High Flying Birds

Peter Byrne/AFP
Neste sábado, Noel Gallagher encerra a turnê brasileira em Belo Horizonte (foto: Peter Byrne/AFP)
Noel Gallagher, de 51 anos, sempre foi explosivo, desde o início de sua carreira, em 1991. Nos estúdios e palcos, compôs e lançou alguns dos discos mais vendidos nas últimas décadas. Nas entrevistas, foi responsável por enorme coleção de respostas polêmicas sobre variados assuntos. O compositor e guitarrista inglês se apresenta pela primeira vez em BH, neste sábado (10), com o projeto solo Noel Gallagher’s High Flying Birds, iniciado em 2010 – um ano depois do rompimento com o irmão Liam e o fim da banda Oasis, ícone do pop rock.

A turnê, que chega a BH depois de passar por Curitiba e São Paulo, é focada no álbum mais recente do artista, Who built the moon, lançado em 2017. É o terceiro com a banda High Flying Birds e segue mantendo a pegada sonora que consagrou o Oasis como expoente do britpop, mas ousando um pouco mais em alguns arranjos. “Sou eu com roupas mais coloridas”, disse ele à BBC.

Para a crítica Rachel Aroesti, do jornal The Guardian, trata-se “do Oasis numa espreguiçadeira”. Foram conferidas quatro de cinco estrelas à gravação, que agradou à crônica estrangeira de modo geral e bateu 100 mil vendas no Reino Unido, entre versões físicas e digitais.

Se cumprir o roteiro seguido no Brasil, Noel deve começar a noite com as quatro primeiras músicas do disco: Fort knox, Holy mountain, Keep on reaching e It’s a beautiful world. Porém, para a alegria de quem espera o reencontro com o passado, o repertório deve mesclar faixas novas e clássicos da banda que manteve ao lado do irmão Liam até 2009. Wonderwall, Go let it out, Don’t look back in anger e Supersonic, hits do Oasis, são aguardadas.

Quinta-feira, em São Paulo, o público delirou com Little by little. Porém, Noel se negou a relembrar hits do Oasis pedidos pela plateia. Avisou que não cantaria The importance of being Idle. E mandou: “Toco o que quero. Não o que você quer”.

TORCEDOR

“Fã do Oasis é igual torcedor de futebol. Mesmo que o time perca, ele está ali torcendo. Ou seja, mesmo que lance músicas ruins, os fãs estarão ali admirando. São muito fanáticos e é isso que se vê nos shows”, explica Guido Peluso, que há 10 anos “encarna” Noel como guitarrista da banda Clockwork, um dos principais covers do grupo de Manchester em BH.

Sem fugir à regra na devoção aos Gallagher, Guido presenciou quase todas as turnês do Oasis pelo Brasil, desde 1998, além dos shows solo de Noel e Liam nos últimos anos.

A expectativa é alta em relação à apresentação em BH, até pela avaliação positiva dos trabalhos recentes do guitarrista e compositor. “Claro que o projeto do Liam se parece mais com o Oasis, por ele ser o vocalista, mas Noel tem autoridade para tocar da forma que quiser. Afinal, é o responsável pelos principais discos da banda, e os novos dele são excelentes”, avalia Guido.

Na formação com o High Flyings Birds, Noel conta com outros dois ex-Oasis: o baterista Chris Sharrock e o baixista Gem Archer, que agora assume a guitarra. A previsão é de que o show no KM de Vantagens Hall tenha de 18 a 22 músicas. Além de suas próprias canções, ele vem encerrando a apresentação com All we need is love, dos Beatles.

DEUS


Sarcástico, autêntico e rude na maioria das vezes, Noel é autor de várias frases que viraram manchete. Já disse, por exemplo, que “John Lennon tinha um problema: achava que era Deus. O meu problema? Acho que sou John Lennon”.

Também disparou contra outros artistas e estilos musicais, além do irmão, com quem é brigado desde 2009. Porém, Noel vem amenizando o tom nos últimos tempos. Este mês, ao receber dois prêmios do Q Awards (melhor artista solo e contribuição à música), disse que deveria agradecer a Liam. “Se não fosse por ele, eu não seria artista solo hoje”.

Nesta passagem pelo país, Noel Gallagher declarou estar feliz com o atual projeto solo e, para variar, ironizou a hipotética reunião do Oasis: “Nós vamos voltar em dois anos. Faremos uma turnê enorme no Brasil, com ingressos gratuitos. Será a melhor coisa que o rock já viu.”

NOEL GALLAGHER HIGH FLYING BIRDS

KM de Vantagens Hall. Avenida Nossa Senhora do Carmo, 230, Savassi, (31) 3209-8989. Neste sábado (10), às 22h. Pista/arquibancada: R$ 340 (inteira/3º lote) e R$ 170 (meia/3º lote). Vendas on-line: ticketsforfun.com.br

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE MUSICA