Street Blues Festival reúne atrações nacionais e estrangeiras em BH

Com entrada franca, evento acontece nesse fim de semana na capital

por Carolina Cassese* 31/08/2018 08:00
Folkert Helena/divulgação
Gaitista norte-americano Jason Ricci se apresenta no sábado (foto: Folkert Helena/divulgação)
No fim de semana, BH recebe a primeira edição do Street Blues Festival, que vai reunir os norte-americanos Jason Ricci e Taryn Donath, o argentino Danny Vincent e os brasileiros Alexandre da Mata & The Black Dogs, Blues Machine Society e Audergang, entre outros.

Gilberto Castro, idealizador do festival, diz que a proposta é fortalecer a cena do blues em BH. “Temos nomes internacionais, mas queríamos dar espaço para o artista regional. Por isso selecionamos também músicos do interior de Minas e de pontos diversos do país”, explica.

É a primeira vez que a pianista californiana Taryn Donath se apresenta no Brasil. “Sou grande fã da música tradicional brasileira, especialmente da bossa nova e do samba, que têm melodias bonitas e ritmo encantador”, afirma. O norte-americano Jason Ricci, eleito pelo segundo ano consecutivo como o melhor gaitista de blues do mundo, diz que os colegas brasileiros “sentem o tempo de maneira muito profunda”. Atração de sábado (1º/9), cita Tom Jobim como uma referência para ele.

Para o mineiro Alexandre da Mata, o festival confirma a relevância de BH na cena cultural. “Não estamos ficando pra trás nem no que diz respeito à estrutura e muito menos em relação à qualidade”, pontua. Auder Júnior, da banda Audergang, afirma que o blues vem recebendo cada vez mais apoio da mídia e da população. “O festival vem consolidar um momento muito propício para o gênero”, comemora.

* Estagiária sob supervisão da editora-assistente Ângela Faria

STREET BLUES FESTIVAL
Praça José Mendes Júnior. Circuito Cultural Liberdade, Funcionários. Sábado (1º/9), das 12h às 21h: Blues Machine Society, Blue Haze Blues Band, Danny Vincent e Jason Ricci. Domingo (2), das 12h às 21h: Rodrigo Nézio, Alexandre da Mata & The Black Dogs, Auder Gang e Taryn Donath. Entrada franca.

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE MUSICA