Rapper mineiro lança clipe com voadora em 'branco' e gera polêmica na internet

Djonga publicou em seu canal no Youtube o clipe de 'A música da mãe' que está na lista dos vídeos em alta da plataforma

por Francelle Marzano 21/08/2018 15:07
Reprodução Youtube
(foto: Reprodução Youtube )
Quando se fala em rap nacional, o belo-horizontino Djonga se destaca por denunciar a injustiça. Seus versos abordam racismo, machismo, violência policial e problemas enfrentados pelas minorias e por moradores das periferias brasileiras. Segunda-feira, 21, ele lançou o clipe de "A música da mãe". Entre várias imagens marcantes – entre elas um negro agredido por dois brancos e uma mulher apanhando de um homem no meio da rua –, a que chamou mais a atenção dos internautas foi aquela em que Djonga aparece aplicando uma "voadora" em um menino branco e loiro para 
tirá-lo da cena.

O clipe, que aparece em segundo lugar na lista dos vídeos em alta no YouTube e bateu 851 mil visualizações em apenas 24 horas, recebeu várias críticas. Djonga foi acusado por internautas de praticar racismo reverso e incitar a violência do negro contra o branco. "Nem todo branco é racista! Se querem combater o racismo não contribuam com racismo!", reagiu um dos fãs. "Todos os MCs têm fãs brancos... E nem todos os brancos são preconceituosos com os negros, por isso achei totalmente desnecessário", disse outro internauta. "Se fosse um negro cantando e chegasse um branco dando 'sem pulo', esse vídeo iria ter muito mais deslikes e repercutiria por racismo", comentou outro seguidor. 

No YouTube, o vídeo foi avaliado como positivo por mais de 113 mil pessoas contra 5 mil que o rejeitaram. Fãs saíram em defesa de Djonga. "A maioria da galera está preocupada em observar o chute que o garoto 'branco' levou! Porém, nem perceberam as atrocidades sofridas pela minoria, que diariamente sofre com racismo e violência", publicou um internauta. "Esse som do Djonga tá f***. E vocês, que tão comentando sobre a voadora, só tão reforçando o que ele critica. No clipe tem um cara preto sendo espancado por brancos, logo depois um cara espanca uma mina, e vocês só se incomodaram com a voadora no moleque loiro", defendeu outro.

O assunto chegou a ser um dos mais comentados na internet e figurou entre os trending topics do Twitter, onde Djonga comentou a polêmica. "Daqui a uma hora fazem 24 horas que você descobriu que uma voadora incomoda mais que uma criança sendo abusada ou uma mulher apanhando", twittou o rapper. Em outra publicação, Djonga continuou: "A menos que eu mate alguém, nunca vou ficar me explicando, até porque entendedores sempre entendem!!! Obrigado geral, sou muito fã do carinho de vocês. Tamo no 1º em alta até agora!", comemorou.

O mineiro é considerado um dos destaques do rap contemporâneo. Recentemente, foi convidado para abrir show dos veteranos Mano Brown e Criolo, em São Paulo. Em março, lançou o disco "O menino que queria ser deus", um dos álbuns mais elogiados do hip-hop nacional em 2018.
 
Assista ao clipe: 
 
 
 

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE MUSICA