Plutão Já Foi Planeta traz a BH o show de seu mais recente álbum

Com participações de Liniker e Maria Gadú, 'A última palavra feche a porta' foi lançado no ano passado. Abertura será da banda Quarto

por Redação EM Cultura 19/01/2018 10:04

Diego Marcel/Divulgação
Os integrantes da banda se mudaram de Natal para São Paulo e usaram a saudade como mote das composições no novo trabalho. (foto: Diego Marcel/Divulgação)

O indie pop da banda Plutão Já Foi Planeta toma conta d’A Autêntica no sábado (20), a partir das 22h. O grupo apresenta o repertório do álbum A última palavra feche a porta, lançado no ano passado, que marca uma fase de mudanças e avanço para os cinco integrantes.


“No processo de produção do disco, reparamos que todas as músicas faziam referência à saudade. Isso coincidia naturalmente com a nossa mudança de Natal para São Paulo. A nostalgia e o sentimento de falta acabaram sendo um tema comum a todas as canções”, diz a vocalista Natália Noronha, que atua também no violão, no sintetizador e no baixo e assina as composições ao lado de Sapulha Campos (vocal e guitarra) e Gustavo Arruda (vocal, guitarra e baixo). A banda conta ainda com Vitória de Santi (baixo e sintetizador) e Renato Lelis (bateria).

O repertório traz melodias alegres e vibrantes. Entre os destaques do mais recente trabalho estão duas parcerias que dialogam bem com o estilo da banda: a cantora Maria Gadú adere ao clima de suavidade em Duas, enquanto Liniker e os Caramelows empregam intensidade à canção Insone.

 

 

SUPERSTAR O álbum começou a ser formulado há aproximadamente dois anos e acabou interrompido pela participação do grupo no reality show Superstar, da Rede Globo, em 2016. Segundo Natália, a Plutão ainda colhe os frutos dessa experiência. “A demanda de shows aumentou muito, nós tocamos em todas as regiões do Brasil desde o fim do programa. Além disso, foi algo enriquecedor por permitir o contato com produtores, bandas e artistas de excelência”, diz.

Parte das canções de A última palavra feche a porta foi composta durante a participação no reality global. Alto mar, que garantiu a presença do grupo na final da competição, ganhou clipe oficial em outubro passado. Com estética minimalista, em cenário totalmente escuro, o vídeo exibe os cinco integrantes vestidos de branco e deixa transparecer a harmonia existente entre eles. “A ideia era fazer um clipe bem simples, em que a gente passasse um pouco de como é o nosso show: animado, para cima... Há sempre um clima de brincadeira entre a gente e quisemos dar destaque a essa sintonia”, explica Natália.

Com a terra natal, o Rio Grande do Norte, os membros ainda mantêm forte relação. “As capas dos nossos dois discos foram feitas por artistas potiguares. Nosso próximo lançamento será o lyric video da música Mesa 16, que terá ilustrações da nossa conterrânea Luiza de Souza”, adianta Natália.

A Plutão inicia seu quinto ano de estrada em grande estilo. Em 2018, além da turnê de circulação nacional, o grupo integra o line up do festival Lollapalooza, que será realizado em março, em São Paulo. Para os integrantes, o convite marca um momento próspero na carreira da banda.

“Amamos tocar em festivais. É sempre uma experiência de troca muito grande, com outros artistas e também com o público presente, que, em boa parte, não conhece o nosso trabalho. E nós estaremos entre grandes artistas do Brasil e do mundo... Vamos tocar no mesmo dia do Red Hot Chili Peppers!”, empolga-se Natália.

 

Abaixo, confira o single O ficar e o ir da gente

 



NOME AO ACASO
O curioso nome Plutão Já Foi Planeta foi escolhido ao acaso, tirado de uma matéria de jornal lida por Sapulha em 2013. Os integrantes revelam que, apesar de gostar do nome, jamais encontraram um significado ou relação específica com o estilo da banda.

PLUTÃO JÁ FOI PLANETA
Show da banda sábado (20), a partir das 22h, n’A Autêntica (Rua Alagoas, 1.172, Savassi, (31) 3654-9251). Abertura: Banda Quarto. R$ 20 (antecipado) e R$ 30 (portaria).

MAIS SOBRE MUSICA