Camelôs têm mercadoria apreendida e fecham avenida no entorno do Mineirão

Grupo de aproximadamente 30 pessoas comercializava produtos como bebidas e camisas do lado de fora do estádio, durante apresentação do cantor Paul McCartney. Comércio ambulante em via pública é proibido em BH

por Valquiria Lopes 17/10/2017 22:03
Túlio Santos/Em/D.A Press
Vendedores ambulantes fecham Avenida Antonio Abrahão Caram, no sentido Antônio Carlos/Lagoa da Pampulha (foto: Túlio Santos/Em/D.A Press)
Cerca de 30 ambulantes que tiveram mercadorias apreendidas, na noite desta terça-feira, fecham a Avenida Antonio Abrahão Caram, na altura do Estádio do Mineirão, na Pampulha, em Belo Horizonte. Os vendedores comercializavam produtos como cerveja, refrigerante, balas e camisas no entorno do estádio que recebe hoje o show do cantor Paul McCartney. A apresentação do ex-Beatle começou às 21h41 e faz parte da turnê One on one, que começou na sexta-feira (13/10) em Porto Alegre e teve sua segunda apresentação no domingo (15/10) em São Paulo.

A interdição da avenida ocorreu no sentido da Avenida Antônio Carlos/Lagoa da Pampulha e começou praticamente no mesmo horário em que o artista subiu ao palco. Pouco antes das 22h, fiscais e guardas municipais abordaram o grupo de vendedores e recolheram as mercadorias que foram levadas em caminhões e caminhonetes.

A venda de produtos em via pública é proibida em Belo Horizonte, conforme prevê o Código de Posturas da capital. A lei determina liberação para alguns tipos de atividades, mas a praticada pelos ambulantes é vetada. Desde o início do ano, a Prefeitura fechou o cerco aos camelôs, que puderam ocupar vagas em shoppings populares. A proposta, no entanto, ainda encontra resistência entre o grupo.

Um dos vendedores que tiveram mercadoria apreendida reclama da ação dos fiscais e da guarda. Ernani Francisco Pereira, que é membro da União Nacional dos Ambulantes, diz que a política de retirada dos camelôs do Centro com criação de vagas em shoppings populares não os atende. “A prefeitura não está olhando o lado das pessoas que precisam da atividade para manter seu sustento e de suas famílias. Pedimos tolerância da administração municipal até que o Código de Posturas fosse alterado, pelo menos para que trabalhássemos nas imediações de estádios e de shows. Nem nisso fomos atendidos”, reclama.

Outra queixa dele inclui as pessoas que foram às imediações do Mineirão apenas para curtir a movimentação do lado de fora. “Tem gente que não pode pagar pelo ingresso e também quer se divertir. Estávamos atendendo essas pessoas com mercadorias compradas com nota fiscal e tudo foi levado”, disse. Segundo Ernani, o grupo pretende manter a avenida fechada até o fim do show, previsto para terminar por volta de meia noite.

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE MUSICA