SPFWN45: o que a moda mineira mostra para o mundo?

Estilo grunge chique, referência à tragédia de Mariana e muito mais: veja o que as grifes de Minas apresentam na semana fashion de São Paulo, evento que foi vendido para grupo árabe

por Laura Valente 24/04/2018 12:11
Marcia Fasoli/divulgação
Pat.Bo lança inverno'2018 (foto: Marcia Fasoli/divulgação)
Está acompanhando a São Paulo Fashion Week? Pois a 45ª temporada de desfiles está repleta de novidades, e não só no universo da moda e das tendências. Uma delas é que o grupo Inbrands vendeu 50,1% das ações da plataforma para a IMM Esporte e Entretenimento, do fundo de investimento árabe Mubadala, responsável no Brasil por marcas e eventos culturais e esportivos a exemplo do Rio Open e do Cirque de Soleil. Segundo noticiado,  a parceria, que vem sendo discutida há cerca de um ano, está formalizada e só depende da aprovação do Cade para se concretizar. Mesmo com a venda – que deve dar fôlego financeiro ao evento de moda -, Paulo Borges, fundador da plataforma, permanecerá à frente da direção criativa. 
Já nas passarelas novidade vem da Pat.Bo, grife jovem do grupo Nohda, da estilista Patrícia Bonaldi, que, a partir da coleção atual, incorpora também os modelos sofisticados da primeira marca que levava o nome da criadora. Assim, mescla tanto o segmento mais casual quanto o mais festivo com os característicos bordados handmade que deram fama nacional à label sediada em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. 
Na coleção que abriu o line-up mineiro da SPFWN45, a estilista apostou na mistura de tecidos e estampas, muitos babados e alfaiataria descomplicada. O  reinado é do xadrez, mas as rendas, os bordados, os prints florais e a escolha de veludo fizeram parte da corte, numa referência à nobreza urbana interpretada em expressão grunge – estética celebrada por tribos de diversas gerações que povoam as metrópoles. Os calçados são fruto de parceria com a grife Manolita.      
Fechando o calendário de desfiles na quinta-feira, às 16h30, o estilista Ronaldo Fraga promete levar às passarelas um viés pouco conhecido da tragédia ambiental da Mineradora Samarco, em Mariana: o trabalho ancestral das bordadeiras da cidade de Barra Longa, uma das mais atingidas pelo rompimento da barragem. “Entre outras mensagens, procuro mostrar que é possível enxergar poesia em terreno árido”, disse o criador. 
Ana Colla/divulgação
Estilista Ronaldo Fraga: parceria com a comunidade de bordadeiras de Barra Longa (foto: Ana Colla/divulgação)
 
Ainda hoje (24), desfilam as marcas Modem (15h) e Fabiana Milazzo (18h). Você confere flashes do evento por aqui e a cobertura completa no domingo, no caderno Feminino & Masculino.    

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']