Em episódio, Kim Kardashian dá detalhes sobre o assalto em Paris

Em 'Keeping Up With The Kardashians', exibido no último domingo (19), a socialite contou sua versão dos fatos

por Estado de Minas 20/03/2017 16:39

Reprodução/Youtube
A socialite contou para as irmãs Kourtney e Khloe sobre os momentos aterrorizantes que viveu (foto: Reprodução/Youtube)
Foi ao ar neste domingo, 19, nos Estados Unidos, o episódio de Keeping Up With The Kardashians em que Kim Kardashian conta em detalhes a sua versão dos fatos sobre o assalto sofrido em Paris. A socialite conta às irmãs Khloe e Kourtney como tudo aconteceu e se emociona ao relembrar a história.

 

Era madrugada do dia 4 de outubro de 2016, quando Kim descansava no seu quarto de hotel da capital francesa, depois de ter passado a noite com Kourt e a stylist Simone Harouche. Segundo a socialite, ela ouviu passos na escada e achou fosse Kourt e sua amiga voltando da festa, mas ao chamar por elas, ninguém respondeu. "E então, naquele momento, quando não ouve resposta, meu coração começou a ficar muito tenso. Eu sabia que algo não estava bem", disse ela. 

 

Kim viu dois homens vestidos como policiais, prendendo o concierge com algemas, enquando ele segurava a chave do quarto dela. "Onde está a esposa do rapper? Vamos até o quarto dela", foi o que a socialite ouviu os bandidos falarem em francês. Segundo ela, o concierge foi o tradutor entre os assaltantes e ela, já que não falavam a mesma língua. Kim ainda tentou ligar para Pascal, seu guarda-costas, que estava com as irmãs no momento do crime, mas um dos homens tomou o celular de sua mão e a empurrou na cama. 

 

Em seguida, o funcionário do hotel disse para Kim entregar seu anel de US$ 4 milhões que estava em cima da mesa. Os ladrões a arrastaram para o corredor no alto da escada e a socialite percebeu que eles estavam armados. "Eu estava olhando para a arma, olhando para as escadas atrás de mim. Eu estava tipo: 'Tenho uma fração de segundos na minha mente para tomar esta decisão. Eu vou correr escada abaixo e ser baleada pelas costas, ou se eu conseguir e eles não me acertarem, se o elevador não abrir a tempo ou as escadas estiverem trancadas, então eu estou ferrada. Não há nenhuma saída!", desabafou ela, muito abalada. 

 

Kim conta que os assaltantes a arrastaram até o quarto e a todo momento ela gritava ao concierge que pedisse a eles para pouparem sua vida. "Eu tenho filhos, por favor, eles não conseguem me entender, mas diga que tenho bebês em casa. Por favor, eu tehno uma família, deixe-me viver", implorou ela. Neste momento, um dos homens colocou uma fita adesiva em sua boca e a arrastou até perto da cama. Ela relata que achou que seria abusada sexualmente. "Ele agarra minhas pernas e eu não estava, você sabe, eu não tinha roupas por baixo. Ele me puxou para ele na frente da cama e eu pensei: 'Este é o momento em que eles vão me estuprar'. Eu me preparava mentalmente, mas ele não o fez", contou a socialite detalhadamente. 

 

O ladrão amarrou suas pernas com a fita e apontou a arma para sua cabeça: "Eu apenas sabia que o momento era aquele. Eles simplesmente iam atirar na minha cabeça, eu apenas rezei para que Kourtney tivesse uma vida normal depois que ela visse meu corpo morto na cama", disse aos prantos na gravação. "Eu tenho uma família, tenho meus filhos, meu marido, minha mãe. Eu não vou conseguir sair daqui, eu sei como essas coisas são", relembrou sobre o que pensou no momento desesperador. 

 

No entanto, os homens a colocaram na banheira e roubaram suas joias. Kim conseguiu se livrar e ligar para Pascal, que foi imediatamente ao seu encontro, acompanhado de sua mãe Kris Jenner, Kourtney e Kendall. A família viajou de Paris para Nova York antes do dia amanhecer. "O pensamento de perder Kim é emocionalmente assustador e difícil de superar", disse a mãe Kris emocionada. 

 

O marido Kanye West, que fazia um show em Nova York no momento do assalto, parou a apresentação quando soube da notícia e se reuniu com a família. Após o incidente, Kim também apostou que os homens responsáveis pelo assalto estavam a perseguindo durante toda a viagem, e que "tiveram a oportunidade e aproveitaram". Em depoimento à polícia, a socialite disse que os ladrões roubaram cerca de US$ 10 milhões em joiais, além de dois celulares. 

 

 

Antes do espisódio ir ao ar, Kim publicou sobre o assunto em post do Facebook. "O episódio de hoje vai ser muito difícil para mim. No entanto, eu pensei que seria importante compartilhar esta história através dos meus olhos e não em uma entrevista em que minhas próprias palavras poderiam ser distorcidas. Eu sempre compartilhei tanto e eu não vou segurar isso quando esta foi provavelmente uma das experiências mais marcantes da minha vida. Eu nunca desejaria esta experiência a ninguém, mas, após ter aprendido algumas lições valiosas, me sinto abençoada por estar segura em casa, com meus filhos e marido. Aos meus amigos, familiares e entes queridos, não posso agradecer o suficiente por estarem comigo quando eu mais precisei de vocês. Para a polícia francesa, obrigado por seu trabalho árduo e incrível. Esta foi a última foto da família tirada em Paris", escreveu ela na legenda. 

 

 

 

 

 

 

 

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO