Celebridades protestam contra Donald Trump em Nova York

Cher, Robert de Niro, Julianne Moore e outros endossam o discurso contra o presidente eleito

por Estado de Minas 20/01/2017 13:51
Reprodução
Cher, Robert de Niro e Julianne Moore protestam contra Donald Trump em Nova York. (foto: Reprodução)
Nesta sexta-feira, 20, acontece a cerimônia de posse do presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump. Boa parte da classe artística norte americana se mostrou contrária à eleição do republicano, que venceu Hillary Clinton durante as eleições presidenciais em novembro de 2016. Na última quinta-feira, 19, algumas dessas celebridades compareceram a um evento em Nova York para protestar contra ele. 

Segundo a imprensa norte-americana, a manifestação aconteceu nas proximidades do Trump International Hotel & Tower, e juntou artistas como Cher, Alec Baldwin, Julianne Moore, Michael Moore, Robert de Niro, Mark Ruffalo, Sally Field, Cynthia Nixon e Shailene Woodley. 

A cantora Cher foi uma das celebridades a subir em um palaque e discursar contra o magnata. De acordo com o site Entertainment Weekly, ela começou dizendo que é uma ''liberal retardada''. ''Fui acusada de ser várias coisas, mas entendo como as pessoas estavam desesperadas para escolher esse homem, esse narcisista inacreditável que acha que pode mudar a nossa nação. A única coisa que vai nos salvar é você. A única coisa que pode nos salvar é você'', disse para o público. 
 
Já o ator Alec Baldwin, que faz uma imitação satírica de Trump no prgrama Saturday Night Live, fez um discurso personificando o presidente eleito. ''Só quero dizer que estou nesse frio congelante há muito tempo. Tenho que ir ao banheiro, tenho que fazer xixi. Mas estou segurando. Não vou fazer xixi. Vou a uma festa no consulado russo hoje, vou segurar até chegar lá. E quando eu chegar no consulado russo, vou fazer muito xixi, o maior que já fiz na minha vida inteira'', disse, ironizando o boato de que a Russia teria interferido nas eleições presidenciais estadunidenses. 

O evento, batizado de ''United We Stand'' também contou com a participação do prefeito de Nova York, Bill de Blasio. Em vídeo divulgado pela NBC, o ator Robert de Niro também trata com humor o atual momento políticos dos Estados Unidos. Já Julianne Moore, disse que o país é uma nação de imigrantes, dando o exemplo de sua própria mãe, imigrante escocesa. O ator Mark Ruffalo disse que agora é a hora da população provar quem eles verdadeiramente são. 

Cynthia Nixon, que ficou famosa por atuar na série Sex and the city, disse que os Estados Unidos não pode voltar a julgar o valor de uma pessoa por seu gênero, cor, religião, país de origem ou orientação sexual. Shailene Woodley pediu para que a população pressione os deputados e senadores democratas e criticou aqueles que continuam protestando pelas redes sociais. 
 

%uD83D%uDE4F%uD83C%uDFFB#cher #antitrumprally #westandunited %uD83D%uDC4A%uD83C%uDFFC

Um vídeo publicado por Nicola Formichetti (@nicolaformichetti) em

 
 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO