Festival da Jabuticaba de Sabará tem de espumante a vinagrete feito com a fruta

"Pretinha" é a estrela do 32° edição do evento, que oferece criativas delícias à base do fruto. Festa segue até domingo (18) com a presença do chefs famosos, shows e artesanato

por Cecília Emiliana 15/11/2018 23:03
Prefeitura Municipal de Sabará
Festa da "pretinha" terá 50 toneladas da fruta in natura (foto: Prefeitura Municipal de Sabará)

Toda boa infância é doce, mas a de quem cresce entre jabuticabeiras tem sabor especial – explode na boca, pinta a língua de roxo e lambuza a vida inteira. No fim de semana, Sabará, na Região Metropolitana de BH, é o endereço para matar a saudade desses bons tempos. Capital da fruta mais cobiçada da primavera, a cidade histórica promove o 32° Festival da Jabuticaba. A programação gratuita vai até domingo (18), no Centro Histórico.

Nada menos de 50 toneladas da “pretinha” in natura serão as estrelas da festa, informa Meire Ribeiro, presidente da Associação das Produtoras de Derivados de Jabuticaba de Sabará (Asprodejas). A quantidade é 60% inferior à disponibilizada em 2017. Apesar da redução, –  atribuída às chuvas abundantes de outubro –, ela e as colegas da cooperativa acreditam que o volume é suficiente para o deleite do público, sem mixaria.

Casa dos espumantes
Espumante de jabuticaba é uma das iguarias disponíveis no festival sabarense (foto: Casa dos espumantes)

A experiência de comer a fruta debaixo do pé é que ficou comprometida. O tradicional aluguel das jabuticabeiras dos quintais dos sabarenses, serviço que garante um dia inteiro de degustação, com direito a levar até a última pelota dos galhos para casa, não estará disponível nesta edição.  “As chuvas ‘varreram’ as jabuticabas das árvores. Delicadas, elas brotam nos troncos e não duram muito depois de cair, pois têm muito açúcar e fermentam rapidamente. Mesmo assim, vai ter fruta fresca à vontade”, garante Meire Ribeiro. O quilo será vendido por R$ 5.

SURPRESA Por outro lado, iguarias produzidas à base da “pequena notável” têm se multiplicado a cada edição do evento. Quem espera encontrar apenas a costumeira “geleia da vovó” vai se surpreender. Sabarenses contabilizam mais de 40 itens nada convencionais – de barrinha de cereal a espumantes. Eles são os astros do circuito gastronômico, principal atração da festa, que, pelos cálculos da Secretaria de Turismo de Sabará, deve reunir 150 mil pessoas, 30 mil a mais do que em 2017.

A aposta é afiançada em novidades como a participação dos chefs Léo Paixão, Edson Puiati, e Ivo Faria, que comandarão o Cozinha Show, atividade ao vivo na qual são desafiados a criar pratos que levam  jabuticaba e derivados.


A criatividade  também estimulada pelo concurso de produtos e inovação culinária, que tem premiado várias delícias. Uma delas é o queijo maturado na cachaça de jabuticaba (de R$ 75 a R$ 90 a peça, de acordo com o tempo de maturação). Por sua vez, o chutney alia o condimento agridoce de jabuticaba ao ora-pro-nóbis (R$ 17).Sabará também produz balsâmico de jabuticaba(R$ 25), vinagrete de jabuticaba (R$ 20) e molho barbecue de jabuticaba (R$ 15). Chama atenção ainda o sal fino de jabuticaba – sal refinado com ervas e farinha do fruto (R$ 8). Produzidos por cerca de 25 expositores, os artigos serão comercializados no circuito de gastronomia organizado pelo festival.

MÚSICA A programação dos espaços montados nas proximidades do circuito gastronômico terá muita música. O cantor e compositor belo-horizontino Tom Nascimento e a Orquestra Santa Cecília de Sabará fazem parte da agenda, que inclui bandas de pop-rock, forró e duplas sertanejas. A Vila do Artesanato vai expor e vender tesouros sabarenses, como a tradicional palma barroca, a renda turca de bicos e oratórios, entre outras tradições. Uma das cidades mais antigas do Brasil, o município surgiu a parte do arraial criado por bandeirantes no fim do século 17.

A criativa cozinha da família Biasi

Proprietárias do restaurante sabarense Alambique & Armazém Jotapê, Iara e Carolina Biasi, mãe e filha, criaram 27 produtos à base da fruta. “O aceto balsâmico de jabuticaba saiu por acaso. Nossa ideia era produzir vinho, mas quando abrimos as garrafas, observamos que ele avinagrou. Foi um acidente feliz, pois é muito gostoso e versátil. O aceto incrementa molhos para carnes, dá ótimos vinagretes e até mesmo acompanhamento para saladas”, conta Carolina. Outra criação das Biasi é a jabuticabada defumada (R$ 17). “Ela nasceu da tentativa de usar 100% da fruta. No doce, vai tudo: polpa, massa e casca. Além de gostosa e sustentável, é versátil. Dá pra usar a defumada em diversas receitas, doces ou salgadas”, informa Carolina.

 

Beto Novaes/EM
Futrico sabarense ou língua ao molho de jabuticaba: especialidade do Restaurante Jotapê (foto: Beto Novaes/EM)

FUTRICO
O cardápio do Jotapê apresenta várias combinações com a “pequena notável”. O prato Por exemplo, o Futrico sabarense, ou língua ao molho de jabuticaba, foi criado para o festival em 2004. Outras opções são a linguiça com compota de jabuticaba, o pernil na cebola flambada na cachaça com jabuticaba e a costelinha de porco ao barbecue de jabuticaba, bem como o filezinho de frango com mostarda feita com a  fruta. A casa funciona às sextas, sábados, domingos e feriados no esquema bufê (R$ 45,90/kg da refeição; R$ 43,90/kg da sobremesa).

 

Drinque Bebidas do Jotapê também ganharam o toque da “redondinha”. O destaque vai para o Drink jabukyr (R$ 15). Inspirado no clássico Kir Royal, esse aperitivo leva espumante, licor de jabuticaba e a própria fruta 

SELO
A saborosa “pretinha”  ganhou selo de origem. Em 23 de outubro, o Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) concedeu à Associação das Produtoras de Derivados de Jabuticaba de Sabará (Asprodejas) o certificado de indicação geográfica de produtos fabricados na cidade histórica. O documento garante a procedência, além de ressaltar peculiaridades das delícias feitas a partir da jabuticaba-sabará, espécie típica daquela região mineira. O selo  também restringe o uso do nome jabuticaba-sabará a produtores e prestadores de serviços do município, o que, acredita-se, ajuda a evitar falsificações.


32° FESTIVAL DA JABUTICABA DE SABARÁ
Até domingo (18), no Centro Histórico
de Sabará. Entrada franca.
Programação completa:
https://festivaldajabuticabasabara.com.br/. Informações: (31) 3674-3021.

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE GASTRONOMIA