'Fuegos Festival' reúne em BH 25 chefs que vão preparar alimentos na chama ou brasa

Público poderá conferir ao vivo o cozimento de legumes e carnes nobres e exóticas ao sabor do fogo

por Walter Felix 12/05/2018 10:30
Fuegos Festival/Divulgação
(foto: Fuegos Festival/Divulgação)

O Fuegos Festival, cuja segunda edição será realizada neste sábado (12), celebra o valor do fogo como um dos elementos básicos para a gastronomia. Cerca de 25 chefs, mineiros e de outros estados, preparam aos olhos do público uma variedade de alimentos, utilizando chamas ou brasa. O chef Djalma Victor, do Osso Mind the Bones, um dos organizadores, vai compartilhar com o público suas técnicas para preparar a carne perfeita.

“O festival destaca a boa combinação entre carne e brasa, ressaltando as habilidades de cada chef. O cozimento ao vivo propicia um momento único ao público: é uma experiência capaz de aguçar todos os sentidos”, promete Djalma. Ele destaca a variedade de carnes nobres, que incluem cortes especiais de boi, búfalo, porco, jacaré e cordeiro. Djalma vai preparar wagyu com osso, considerada uma das carnes bovinas mais saborosas do mundo, além dos cortes t-bone e tomahawk.

Aos churrasqueiros amadores, os mestres da cozinha poderão tirar dúvidas e dar dicas sobre tempo de cocção, nível da brasa, entre outros detalhes. “Qualquer um pode notar a diferença de uma carne defumada na brasa em comparação àquela preparada em gás. Os cortes ficam mais suculentos e a qualidade de cocção é muito maior”, observa Djalma. “O tostado realça qualquer sabor. Quando você tosta o legume em brasa, por exemplo, eleva o gosto do próprio alimento e também da carne servida como acompanhamento”, completa.

Entre as dezenas de bancadas que vão preparar as mais diversas receitas, Djalma destaca a seção de sobremesas, em que a chef Carol Fadel, do restaurante Santa Fé, oferecerá crepe de doce de leite, assim como o trabalho de Fernando Beber, do Mercado Grano, que exibirá cada detalhe do preparo de pães.

Chefs de alguns dos principais restaurantes de BH e Nova Lima também marcarão presença. Américo Piacenza, da Cantina Piacenza, leva a tradição italiana ao evento e prepara massas na brasa. Flávio Trombino, do Xapuri, oferecerá jacaré selado e grelhado ao molho ponzo. A carne suína fica por conta de Kiki Ferrari, do Chef N’ Boss, com o porco caramelizado no molho barbecue mineiro e guarnecido com farofa de nachos. Léo Paixão, do Glouton, comanda a seção vegetariana, utilizando apenas alimentos orgânicos.

Outra presença confirmada é a de Mário Portella, natural de São João Del-Rei, que vive atualmente em Juiz de Fora, referência nacional no preparo e em métodos de cocção de carne. Ele promete assar um búfalo inteiro ao longo do evento.

Orgânicos 


A chef Marina Mattos, associada à loja de carnes B.B.Q. Shop, na Zona Sul do Rio de Janeiro, vai provar que a grelha também pode ser aliada no preparo de legumes. Ela integra a bancada vegetariana do Fuegos Festival e garante que os alimentos orgânicos são acompanhamentos perfeitos para os cortes bovinos.

“O fato de servir produtos orgânicos é um plus para o evento, porque o que melhor harmoniza com a proteína animal são os legumes”, afirma. “Faço tudo na brasa. A experiência, assim como o sabor da comida, é outra. Mexer com fogo é algo intrínseco ao ser humano, que se interessa naturalmente por esse elemento. A própria experiência do churrasco, que une amigos e familiares, é exemplo disso”, completa a chef. Ela ressalta que, em várias partes do mundo, como nos EUA e na Austrália, é comum os legumes dividirem espaço com carnes e frutos do mar nas grelhas de churrasco.

Marina vai trabalhar com uma grande variedade de vegetais orgânicos fornecidos pela Fazenda da Alegria, uma das mais renomadas de Minas Gerais. Ela garante ainda que os alimentos também podem ser saborosos por si só. Por isso, uma pequena parte do que pretende produzir ao longo do evento não levará qualquer ingrediente de origem animal. A chef entende que o público do evento será, em sua maioria, de apaixonados por carne, mas atenta para a possibilidade de que veganos ou pessoas interessadas nesse ramo alimentício também compareçam.

“Minha ideia é fazer um open show. Pretendo sentir o público na hora e, a partir daí, formular os pratos. Quero prestar homenagem a Minas Gerais, à culinária rústica do estado, utilizando alimentos típicos da culinária mineira, como o quiabo”, adianta a chef.

FUEGOS FESTIVAL
Neste sábado (12/05), das 14h às 22h,
no Hangar 677. Rua Henriqueto Cardinalli, 121, Bairro Olhos D’Água. (31) 98375-4115. 4º lote: a partir de
R$ 270 (open bar e open food). Vendas em www.centraldoseventos.com.br/
fuegosfestival.

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE GASTRONOMIA