'Abriu caminho para as mulheres em Hollywood', diz Madonna sobre Penny Marshall

A diretora projetou Tom Hanks e foi a primeira mulher a comandar um filme com bilheteria acima de US$ 100 milhões. Ela dirigiu Madonna e Robin Williams

por Estadão Conteúdo 20/12/2018 08:10
Doug Benc/AFP - 7/4/2004
(foto: Doug Benc/AFP - 7/4/2004 )


O cinema perdeu uma pioneira: a atriz e diretora Penny Marshall, primeira mulher a arrecadar mais de US$ 100 milhões com um filme. Ela morreu de diabetes, aos 75 anos, em Los Angeles.

Penny dirigiu os longas Quero ser grande (1998) e Tempo de despertar (1990), um dos maiores sucessos da carreira do ator Robin Williams (1951-2014). Antes disso, ficou conhecida como atriz por sua participação na série Laverne & Shirley, na década de 1970.

“Quando Penny dirigiu Tom Hanks em Quero ser grande, tornou-se a primeira mulher na história do cinema a fazer um filme que arrecadou mais US$ 100 milhões”, destacou o comunicado que anunciou a morte da cineasta, ocorrida no início da semana.

Penny também dirigiu Uma equipe muito especial, longa sobre o início da liga de beisebol feminina nos Estados Unidos.

Quero ser grande projetou Tom Hanks mundialmente, rendendo a ele uma indicação ao Oscar. Depois de chamar a atenção nesse longa, ele atuou em mais de 60 filmes e ganhou dois Oscar (por sua atuação em Filadelfia e Forrest Gump). O astro se despediu dela com as seguintes palavras: “Adeus, Penny. Cara, nós rimos muito! Quem dera ainda pudéssemos. Te amo. Hanx.”

SORTE


Madonna afirmou que Penny abriu caminho para as mulheres em Hollywood. A estrela da música integrou o elenco de Uma equipe muito especial no papel de uma atleta do time Peaches, que fez campanha memorável na liga feminina de beisebol dos EUA, na década de 1940.

“Que sorte a minha ter trabalhado com você, Penny Marshall”, postou a estrela no Instagram. A cineasta americana dirigiu também Geena Davis, Robert De Niro, Robin Williams, Whoopi Goldberg, Denzel Washington e Whitney Houston.

Penny deu a Mark Wahlberg seu primeiro papel no cinema, em Um novo homem (1994), comédia romântica protagonizada por Danny De Vitto. Nas redes sociais, Wahlberg e De Vitto se despediram da diretora, assim como James Woods, Bette Midler, Billy Crystal, Viola Davis e Reese Witherspoon.

A cineasta e atriz fazia parte de uma família de artistas. Era filha de Tony Marshall (1934-2016), produtor de cinema, e de Marjorie Marshall, professora de sapateado, e irmã de Garry Marshall, que dirigiu Uma linda mulher e O diário da princesa. Foi casada com o diretor Rob Reiner.

A família Marshall se disse “desconsolada” e descreveu Penny como “uma pessoa que amava os esportes, brincava com todos e bebia leite e Pepsi ao mesmo tempo.”


"Penny abriu caminho para as mulheres em Hollywood”,  Madonna, atriz e cantora

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE E-MAIS