Stallone e Pabllo Vittar foram as personalidades mais pesquisadas por brasileiros em 2018

Em ranking divulgado nesta quarta (12), também aparecem MC Loma e Roger Waters

por Estadão Conteúdo 12/12/2018 15:50

Instagram/Reprodução
Fake news deixaram nomes de Stallone e Vittar em evidência (foto: Instagram/Reprodução)

O Google divulgou nesta quarta-feira, 12, o ranking de personalidades mais procuradas em 2018. Nas buscas feitas por brasileiros, Sylvester Stallone foi o artista mais digitado na ferramentas.

Um dos motivos apontados para o resultado teria sido uma notícia falsa sobre um tratamento de câncer terminal e, em alguns casos, especulações sobre a morte do ator. Stallone também está em evidência pela conclusão da sequência de filmagens de Rambo, que deve ter estreia em 2019. A despedida do boxeador Rocky Balboa em Creed 2 também marcou 2018 para ele.

Pabllo Vittar é o segundo nome mais pesquisado por brasileiros. A cantora e drag queen ganhou destaque na mídia por parcerias com artistas como Luan Santtana, Simone & Simaria e Lucas Lucco. Fake news envolvendo a drag queen também mantiveram seu nome sempre em evidência. Em outubro, ela lançou seu mais recente álbum, Não para não.


A terceira personalidade mais procurada no Google no País também é brasileira: MC Loma, que foi impedida de fazer show por não estar matriculada na escola. "Se tivesse dinheiro, pagaria uma escola particular", disse na época.

A Duquesa de Sussex também aparece como uma das personalidades mais procuradas. Meghan Markle anunciou, em outubro, que estava grávida. Imediatamente, as apostas pelo nome do herdeiro ou da herdeira começaram e a procura por notícias relacionadas a ela aumentou.

Roger Waters também foi muito buscado por internautas brasileiros. O músico ganhou destaque ao fazer uma série de atos políticos em shows no Brasil.

Pela ordem, as personalidades mais procuradas no Google em 2018: Sylvester Stallone, Pabllo Vittar, MC Loma, Meghan Markle, Roger Waters, Letícia Almeida, Douglas Sampaio, Tata Amaral, Cristiane Machado e Priscila Tossan.

MAIS SOBRE E-MAIS