Itaguara abre museu para Guimarães Rosa

por Thaís Pacheco 12/04/2012 11:26

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Prefeitura de Itaguara/divulgação
Objetos pessoais de Guimarães Rosa expostos no Museu Sagarana (foto: Prefeitura de Itaguara/divulgação)

Minas Gerais ganha outra instituição dedicada ao escritor João Guimarães Rosa: o Museu Sagarana, instalado em Itaguara, a 90 quilômetros de Belo Horizonte.
Depois de se formar em medicina, foi lá que Rosa morou de 1930 a 1932, período em que iniciou sua vida literária.
 
O acervo inclui doações da filha do escritor, Vilma Guimarães Rosa, além de objetos pessoais dele, como o último par de óculos, relógio de pulso, gravata borboleta e livros raros.
 
O prefeito Alisson Diego Batista Moraes conseguiu aprovar o projeto no programa Mais museus do Ministério da Cultura. O conselho diretor do Sagarana reúne oito itaguarenses conhecedores da história local. A abertura será amanhã, com visitação aberta no sábado.
 
Também serão expostas cartas que Rosa enviou a um morador de Itaguara. “Elas foram trocadas com o raizeiro Manoel Carvalho quando o escritor já era diplomata”, informa Alisson Diego. O objetivo da instituição é marcar a passagem de Rosa pela cidade e mostrar como isso influenciou sua obra.
 
Quem for até lá também terá informações sobre a construção da centenária igreja neogótica do município e o povoamento da região, por exemplo. O prefeito lembra que a memória local está ligada a Guimarães Rosa. “A sogra dele havia morado em Itaguara muitos anos antes dele, era professora aqui. A irmã do escritor, dona Iva, casou-se com um médico da cidade, doutor Antônio Geraldo de Oliveira, que foi nosso prefeito”, conclui.
 
MUSEU SAGARANA
Em Itaguara. Inauguração amanhã, para convidados. Visitação a partir de sábado. 
 
Funciona de terça-feira a domingo, das 9h às 12h e das 13h às 16h. Entrada franca. Informações: (37) 3384-2699. 


VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE E-MAIS