Filme com Penélope, Javier e Darín abrirá Festival de Cannes

'Todos lo saben' tem direção do iraniano Asghar Farhadi e foi filmado na Argentina e na Espanha. O longa compete pela Palma de Ouro

por AFP - Agence France-Presse 05/04/2018 13:49

YVES HERMAN/AFP
Javier Bardem e Penélope Cruz no Festival de Cannes de 2010 (foto: YVES HERMAN/AFP)

O filme em espanhol "Todos lo saben", dirigido pelo iraniano Asghar Farhadi e protagonizado por Penélope Cruz, Javier Bardem e Ricardo Darín, abrirá a próxima edição do Festival de Cannes e disputará a Palma de Ouro, informaram oficialmente os organizadores nesta quinta-feira (5).


A última vez que o festival de cinema mais importante do mundo teve como filme de abertura um longa-metragem que não era falado em inglês ou francês foi em 2004, quando foi projetado "Má Educação", do espanhol Pedro Almodóvar.


Também não é comum que o filme de abertura participe na competição: "Moonrise Kingdom" do americano Wes Anderson (2012), "Ensaio sobre a Cegueira" do brasileiro Fernando Mereilles (2008) e "Instinto Selvagem" do holandês Paul Verhoeven (1992) são algumas das exceções.


O oitavo longa-metragem de Farhadi, rodado na Argentina e na Espanha, é um thriller psicológico que acompanha Laura (Cruz), que mora em Buenos Aires com o marido e seus filhos, e retorna à sua cidade natal na Espanha para uma festa de família. Mas um acontecimento imprevisto abala sua vida: a família, seus segredos, vínculos e tradições marcam a trama.


A produção representa a união de vários pesos pesados do cinema internacional: Farhadi, vencedor de dois Oscars de filme em língua estrangeira ("A Separação" e "O Apartamento"), Bardem e Cruz, o casal mais famoso do cinema espanhol, e o argentino Ricardo Darín, um dos atores mais conhecidos da América Latina.

 

Bardem - vencedor do Oscar de ator coadjuvante por "Onde os Fracos Não Têm Vez (2007) - recebeu o prêmio de melhor ator em Cannes em 2010 por "Biutiful", do mexicano Alejandro González Iñárritu.


Penélope Cruz - vencedora do Oscar de atriz coadjuvante por "Vicky Cristina Barcelona" (2008) – e as demais atrizes de "Volver", de Pedro Almodóvar, venceram de forma coletiva o prêmio de interpretação feminina em 2006 na mostra francesa.


Cruz e Bardem, casados e pais de dois filhos, já trabalharam juntos em vários filmes, o mais recente deles "Loving Pablo", de 2017, sobre o narcotraficante colombiano Pablo Escobar.
Farhadi foi premiado em Cannes em 2016 pelo roteiro de "O Apartamento", que também rendeu o prêmio de melhor ator para Shahab Hosseini. "A Separação" ganhou o Urso de Ouro no Festival de Berlim em 2011.  


Darín, astro de filmes como "O Segredo dos seus Olhos" e "Relatos Selvagens", falou recentemente sobre o trabalho com o cineasta iraniano. "É um desafio. É uma experiência inédita trabalhar com um homem como ele, ao lado de Penélope e Javier. Todos seguimos na direção dele de forma absolutamente confiante e de entrega", disse.


A 71ª edição do Festival de Cannes acontecerá de 8 a 19 de maio. O júri será presidido pela atriz australiana Cate Blanchett. A lista de filmes da mostra oficial será anunciada em 12 de abril.

 


MAIS SOBRE CINEMA