Indicações do Oscar refletem momento atual em Hollywood

Após superar críticas da campanha #OscarsSoWhite, 90ª edição ocorre sob a sombra do #MeToo

por Mariana Peixoto 23/01/2018 13:25
AFP
Greta Gerwig, diretora de 'Lady Bird: A hora de voar', e a atriz Saoirse Ronan, protagonista do filme. (foto: AFP)
Com as 13 indicações ao Oscar, A forma da água, de Guillermo del Toro, confirmou seu favoritismo nesta temporada de prêmios. A história fantástica, que chega ao Brasil em 1º de fevereiro, é ambientada na década de 1960, durante a Guerra Fria. Em um laboratório secreto do governo americano, uma zeladora se relaciona com uma estranha criatura.
 
As indicações à 90ª edição do Oscar – a cerimônia será em 4 de março, em Los Angeles – refletem, de uma maneira geral, o momento atual. Se nas duas edições passadas o prêmio máximo da indústria cinematográfica mundial ocorreu sob a sombra do #OscarsSoWhite, desta vez seus indicados saíram no auge da efervescência do #MeToo.

Pelo menos quatro dos nove filmes indicados ao prêmio principal do Oscar dialogam com os tempos atuais: Lady Bird: A hora de voar, de Gerta Gerwig, que acompanha o rito de passagem de uma jovem para a vida adulta; Três anúncios para um crime, de Martin McDonagh, sobre uma mãe que busca justiça para o assassinato da filha; Corra!, de Jordan Peele, uma visão ácida sobre o racismo; e Me chame pelo seu nome, de Luca Guadagnino, um romance gay na Itália dos anos 1980.
 
O elevado número de indicações A forma da água, no entanto, não chega ao recorde dos filmes A malvada (1960), Titanic (1997) e La la land: Cantando estações (2016). Todos eles receberam 14 indicações ao prêmio da Academia de Hollywood.

E, vale lembrar, A forma da água era também o favorito ao Globo de Ouro. Mas das sete indicações, só recebeu dois prêmios: melhor diretor e trilha sonora. Caso o mexicano del Toro vença na categoria de direção, ele vai se juntar aos conterrâneos Alfonso Cuarón (Gravidade, 2014) e Alejandro González Iñarritu (Birdman, 2015 e O regresso, 2016).

Pela ordem, Dunkirk, de Christopher Nolan, vai na sequência, com oito indicações. No entanto, somente duas delas – filme e direção – estão entre as principais categorias. A maior parte das indicações são para prêmios técnicos.

Os tempos estão mudando em Hollywood. Lady Bird: A hora de voar, indicado a cinco categorias, é uma resposta a isto. A não indicação de Greta Gerwig como diretora no Globo de Ouro foi lembrada por Natalie Portman. Durante a premiação, a atriz anunciou os indicados na categoria (“todos homens”).

Desta vez, Gerwig – ativa integrante do Time's up (O tempo acabou), movimento criado em Hollywood contra o estupro e assédio – foi devidamente reconhecida. Além de ser um dos nove concorrentes a melhor filme, Lady Bird deu a Gerwig as indicações a direção e roteiro original. A narrativa acompanha a juventude da personagem de Saoirse Ronan, também indicada a melhor atriz.
  
Vale lembrar, no entanto, que os ventos de mudança são lentos. Em 90 anos de Oscar, Gerwig é apenas a quinta mulher indicada como diretora. Já Rachel Morrison, é a primeira mulher indicada na categoria de melhor fotografia – por Mudbound: Lágrimas sobre o Mississippi, produção da Netflix que recebeu quatro indicações.
Netflix/Reprodução
Rachel Morrison é a primeira mulher indicada na categoria de melhor fotografia pelo filme 'Mudbound: Lágrimas sobre o Mississippi'. (foto: Netflix/Reprodução)
 
Outras duas produções com grande número de indicações – Três anúncios para um crime (com sete) e O destino de uma nação (com seis, que deve dar o primeiro Oscar a Garyl Oldman por Winston Churchill) – estão marcando presença em várias das premiações da atual temporada.

O Oscar, no entanto, deu um chega pra lá em Steven Spielberg. The Post – A guerra secreta, filme que discute a liberdade de imprensa (outro tema caro aos americanos), só recebeu duas indicações: filme do ano e atriz, para Meryl Streep. Esta foi a 21ª indicação da atriz, que já venceu três Oscar. Tom Hanks, que pela primeira vez contracenou com Meryl Streep (e já venceu dois Oscars), foi solenemente ignorado.

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE CINEMA