Cineasta Jane Campion presidirá o júri de curtas do Festival de Cannes

Neozelandeza é a única mulher premiada com a Palma de Ouro, por 'O piano', de 1993

por AFP - Agence France-Presse 05/02/2013 13:26

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
P PHOTO / VALERY HACHE
Aos 59 anos, neozelandeza assume vaga que foi ocupada por cineastas como Michel Gondry e Martin Scorsese (foto: P PHOTO / VALERY HACHE )
A cineasta neozelandesa Jane Campion presidirá o júri de curtas-metragens e da Cinéfondation do 66º Festival de Cannes, anunciaram os organizadores do evento. Campion, a única mulher premiada com uma Palma de Ouro até hoje, por 'O piano' (1993), sucederá na função o cineasta belga Jean Pierre Dardenne, o francês Michel Gondry e o americano Martin Scorsese, entre outros. A diretora de 59 anos se destacou desde sua primeira participação no Festival, em 1986, quando ganhou a Palma de Ouro de curta-metragem por 'Peel'. A crítica internacional aplaudiu depois 'Sweetie', seu primeiro longa-metragem a disputar a mostra oficial de Cannes, e também o comovente 'An angel at my table', sobre a poeta neozelandesa Janet Frame. Em 2009, Campion retornou a Cannes com 'O brilho de uma paixão', sobre a vida do poeta John Keats, que disputou a Palma de Ouro. "Jane é uma filha de Cannes. Eu sei por ter escolhido seus três primeiros curtas, por apreciar seu estilo e coerência", declarou Gilles Jacob, presidente do Festival de Cannes e da Cinéfondation.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CINEMA