Cartazes de obras retiradas da Ancine são destaque no bloco Queimando o Filme

Foliões cinéfilos desfilaram pelas ruas do Bairro Santa Tereza neste sábado

Márcia Maria Cruz 08/02/2020 13:06
Gladyston Rodrigues/EM/DA Press
Alguns cartazes de filmes retirados da sede da Ancine se transformaram em estandartes para o bloco (foto: Gladyston Rodrigues/EM/DA Press)


O Bloco Queimando o Filme levou para as ruas de Santa Tereza os produções cinematográficas brasileiras, num momento que o cinema sofre com cortes de verba e censura. O desfile ocorre neste sábado.

A empresária Gabriela Rodrigues dos Santos, de 37, empunhou o estandarte com o cartaz do documentário "Democracia em vertigem", de Petra Costa que concorre ao Oscar, neste domingo. Também se transformaram em estandartes os cartazes de "Bacurau", "Marighella", "Ex-pajé". 

Gladyston Rodrigues/EM/DA Press
Bateria do bloco toca temas clássicos do cinema em ritmo de carnaval (foto: Gladyston Rodrigues/EM/DA Press)


Os cartazes desses filmes brasileiros foram retirados da parede da Ancine em Brasília, no final do ano passado. No início da tarde, os foliões seguem pela rua Capitão Bragança entoando versos de "A luz de Tieta", de Caetano Veloso.

Gladyston Rodrigues/EM/DA Press
(foto: Gladyston Rodrigues/EM/DA Press)