'Ano que vem será maior ainda', diz prefeito Alexandre Kalil sobre carnaval de BH

O prefeito usou as redes sociais para agradecer os foliões que participaram da festa na capital mineira e os moradores que sofreram 'incômodo da invasão de multidões' nas ruas da cidade

por João Henrique do Vale 07/03/2019 15:34
Gladyston Rodrigues/EM/D.A.Press
Blocos arrastaram multidões pelas ruas da cidade (foto: Gladyston Rodrigues/EM/D.A.Press)

Milhões de pessoas saíram as ruas em Belo Horizonte para curtir o carnaval neste ano. O prefeito Alexandre Kalil (PHS) utilizou as redes sociais para agradecer os foliões que participaram da festa na capital mineira, que chamou de “pacífica e ordeira, dentro do possível”. Na mensagem, também agradeceu os moradores que sofreram incomodo com a multidão nas ruas. No fim, deixou um recado: "ano que vem será maior ainda".

“Agradeço aos que entenderam o Carnaval como uma festa pacífica e ordeira (dentro do possível), e a todos aqueles que sofreram o incômodo da invasão de multidões de foliões em nossas ruas. P.S.: Ano que vem será maior ainda”, afirmou o prefeito por meio de sua conta oficial no Twitter.

Não apenas de festa foi o carnaval de Belo Horizonte. Dados da Guarda Municipal mostram que 93 ocorrências, sendo apenas sete consideradas como furto, foram registradas entre quinta-feira e terça-feira. . O dado é referente ao número de crimes registrados, ou seja, só foram contabilizadas os fatos notificados pelas vítimas.

De acordo com o balanço, 61 pessoas foram presas. Entre as principais ocorrências, estão 12 acidentes de trânsito, nove agressões, sete desacatos, sete furtos, seis danos ao patrimônio público, cinco ameaças, cinco consumos de drogas, quatro lesões corporais e três roubos. Na lista de apreensões feitas pelos guardas municipais, estão 45 buchas de maconha, dois pinos de cocaína e três frascos de loló.

Reprodução/Twitter
Prefeito usou as redes sociais para falar do carnaval (foto: Reprodução/Twitter)


Minas Gerais


O balanço da Polícia Militar (PM) de Minas Gerais aponta redução crimes violentos neste ano de 56,93%, caindo de 1.848 para 796 em todo o estado. Destes, 130 teriam relação direta com o carnaval. O número apresentado nesse primeiro balanço diz que em Belo Horizonte a queda foi ainda maior, com 59,91% em relação a 2018. As estatísticas foram divulgadas na manhã desta quinta-feira. Segundo o comandante-geral da PM, coronel Giovanne Gomes da Silva, os números relativos a Belo Horizonte serão apresentados posteriormente em coletiva conjunta com a prefeitura da capital.

Os crimes de homicídio em Minas caíram de 67 para 46, redução de 31,34%. Segundo a PM, apenas oito têm relação com o carnaval. A queda de roubos foi de 57,89%, reduzidos de 1.572 para 662, sendo que 106 tiveram a ver com o evento. Os estupros apresentaram redução de 26 para 16 (-38, 46%), sendo relativos ao carnaval. E os registros indicaram 41 crimes de importunação sexual, além de 25 prisões de adultos e dois menores apreendidos. Sobre as queixas de roubos de celulares, a PM apontou uma variação negativa de 40,89%, sendo 1.208 ocorrências contra 714 em 2019, e os furtos de 1.775, para 1.184.

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE CARNAVAL