'É carnaval em BH' vence Concurso Mestre Jonas 2019

Marchinha de Jhê Delacroix e Helbeth Trotta faz homenagem à folia na cidade

por Ana Clara Brant 01/03/2019 08:45

Lucas Henrich/Divulgacão
Compositores e intérprete da marchinha 'É carnaval em BH' (foto: Lucas Henrich/Divulgacão)

A dupla de compositores Jhê Delacroix e Helbeth Trotta voltou a vencer o tradicional Concurso de Marchinhas Mestre Jonas. Depois de ganharem em 2017 com o Baile do Cidadão de Bem, em parceria com Marcos Frederico, os dois emplacaram o primeiro lugar na edição de 2019, cuja final foi disputada na noite desta quinta (28).

 

       Confira: mapa dos blocos do carnaval de BH 2019: datas, horários e locais da folia

 

É carnaval em BH faz uma homenagem à folia na capital mineira, mas sem deixar de dar suas alfinetadas políticas. “A gente quis fazer uma coisa não tão datada e fugir um pouco disso de ser só sobre política. Achamos que era importante resgatar as escolas de samba, a Banda Mole, todos os responsáveis por não terem deixado o carnaval em BH morrer. E também falar desse renascimento. Fizemos uma ponte entre o passado e o presente, lembrando que, no fim das contas, a folia aqui sempre teve essa marca da luta, da resistência, da ocupação do espaço urbano, de visibilidade às minorias”, declarou Helbeth Trotta ao Estado de Minas, em entrevista logo depois que a marchinha foi para a finalíssima.

“É carnaval em BH. É hoje que eu vou me embriagar. Com o perfume da Cidade Jardim. Desfilo Liberdade, abram-alas pra mim”, diz a letra de É carnaval. “Até a nossa ideia de embriagar não é no sentido de beber, encher a cara, mas de sentir a nossa cidade e essa festa tão bonita”, analisou Trotta. A marcha ainda lembrou o azul e rosa da ministra Damares Alves e a vereadora Marielle Franco, assassinada há um ano.

 

 

O segundo lugar ficou com Solta a jararaca de Alexandre Rezende, Bobó da Cuíca e Anésio Lopes; que faz uma alusão ao ex-presidente Lula, e a terceiro, com a marchinha Overdose de goiaba, de Zé Maria da Viola e Vitor Velloso, outra marchinha que lembrou Damares. O hit do carnaval - novidade deste ano - foi a música Funaná do Moreré de Vitor Santana e Marcelo Albert.

O Concurso de Marchinhas Mestre Jonas faz parte do calendário do carnaval de Belo Horizonte e foi realizado no Mercado do Cruzeiro. Dez músicas competiram pelo primeiro lugar.

['__class__', '__cmp__', '__contains__', '__delattr__', '__delitem__', '__dict__', '__doc__', '__eq__', '__format__', '__ge__', '__getattribute__', '__getitem__', '__gt__', '__hash__', '__init__', '__iter__', '__le__', '__len__', '__lt__', '__module__', '__ne__', '__new__', '__reduce__', '__reduce_ex__', '__repr__', '__setattr__', '__setitem__', '__sizeof__', '__str__', '__subclasshook__', '__weakref__', 'clear', 'copy', 'fromkeys', 'get', 'has_key', 'items', 'iteritems', 'iterkeys', 'itervalues', 'keys', 'pop', 'popitem', 'request', 'setdefault', 'update', 'values', 'viewitems', 'viewkeys', 'viewvalues']

MAIS SOBRE CARNAVAL