Casal que se conheceu na folia celebra casamento com chuva de arroz e glitter; veja vídeo

Fabíola e Allan se conheceram há 5 anos em uma festa de pós-carnaval e resolveram oficializar a união no carnaval. O casal se juntou a Elisa e Bruno Assis para celebrar um casamento duplo com direito a muito glitter

por Larissa Ricci 12/02/2018 14:21
Ver galeria . 26 Fotos Os casais Elisa Taborda e Bruno Assis e Fabíola de Lourdes e Allan Ferreira decidiram formalizar a união durante o bloco Pó de Sim, durante o carnaval de Belo Horizonte. Cortejo levou foliões ao bairro Floresta, na Região Centro-Sul da capital.Larissa Ricci/EM/D.A Press
Os casais Elisa Taborda e Bruno Assis e Fabíola de Lourdes e Allan Ferreira decidiram formalizar a união durante o bloco Pó de Sim, durante o carnaval de Belo Horizonte. Cortejo levou foliões ao bairro Floresta, na Região Centro-Sul da capital. (foto: Larissa Ricci/EM/D.A Press )

Enquanto muitos por aí conhecem gente nova e trocam beijos no meio da folia, há os que levam o amor de carnaval para a vida toda. “Para nós o 'carnasaval' é a realização de um sonho. E o nosso sonho envolve amor, fantasia, arte, poesia, loucura, autenticidade e muita esperança. Foi com esses ingredientes que surgiu o encontro de nossas histórias”, contou a noiva Fabíola de Lourdes, de 32 anos, que teve a união oficializada com Allan Ferreira, de 33, em uma cerimônia durante o Bloco Pó de Sim.

O casal se juntou a Elisa Taborda, de 29, e Bruno Assis, de 31, para celebrar o casamento duplo na manhã desta segunda-feira, na Praça Zamenhof, no Bairro Floresta, Região Leste. Teve padrinhos, madrinhas, pajens e até arroz com glitter. Cerca de 200 pessoas se emocionaram com os votos durante a cerimônia. O casamento foi celebrado por um tio de uma das noivas, que leu uma passagem da bíblia e abençoou. Tudo ao som das marchinhas clássicas da festa.



"Casamento tradicional não tem nada a ver conosco, por isso apostamos nessa ideia que fazia sentido para cada um e para história que vimos construindo juntos. além disso, acreditamos que é preciso rever as formas de celebrar a união, visto que um casamento tradicional hoje em dia atende apenas muito bem ao sistema capitalista", disse Fabíola. O casal celebra os cinco anos juntos após se conhecerem na folia. “Nos conhecemos no dia 14 de fevereiro de 2013, na semana do Carnaval em uma feirinha que acontece numa das ruas de BH, o que faz essa época do ano ainda mais especial para nós”, acrescentou ela.

A história de Elisa e Bruno não começou no carnaval, mas a paixão pela festa motivou a celebração fora do convencional. “Nós não nos conhecemos no carnaval, mas o Bruno ama muito a festa desde sempre, e nós nos apaixonamos pela folia em BH desde 2013. Porém, nosso casamento no carnaval tem principalmente o objetivo de exaltar as linhas de esquerda da Umbanda Sagrada e seu aspecto divino, de luz: os exus, pombagiras, malandros e malandras serão homenageados pelo nosso casamento na rua”, contou a noiva Elisa. As entidades são homenageadas pelas fantasias dos noivos: o noivo esta de exu, vestido de branco e eu Elisa vestida de malandra.

BLOCO PÓ DE SIM Não é a primeira vez que um casamento é celebrado durante o bloco. O bloco surgiu em 2013, criado por quatro amigas. A inspiração para o nome veio de um post que vimos no facebook: a imagem de um potinho com glitter dourado e o escrito “pó de sim”, sob a pergunta: “A gente pode ser feliz?”.

Até que no ano passado uma das criadoras decidiu casar e a celebração foi em pleno carnaval. Assim, em 2017 o Pó de sim saiu em dia próprio, com bateria e muito amor, celebrando o “carnasamento”.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE CARNAVAL