UAI

Kid Bengala protesta após vídeo de campanha ser excluído

Candidato a deputado federal pelo partido União Brasil em São Paulo divulgou um vídeo com trocadilhos e insinuações sexuais

Reprodução/Tik Tok Reprodução/Tik Tok
Douglas Lima - Especial para o Uai clock 16/09/2022 23:27
compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp SIGA NO google-news

Clóvis Basílio dos Santos, mais conhecido como Kid Bengala, de 67 anos de idade, foi obrigado pelo Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) a retirar do ar a sua propaganda eleitoral para o cargo de deputado federal pelo União Brasil. A decisão foi tomada na noite da última quarta-feira (14/09) pela Justiça Eleitoral.

Por meio da assessoria do partido, o ex-ator pornô afirmou que acatou a decisão mas protestou dizendo que estava sendo censurado: "Vamos cumprir a decisão judicial, mas lamento muito ter minha voz e atitudes censuradas. Meu vídeo jamais teve a intenção de ofender ninguém".

 

No vídeo, que foi divulgado na rede social TikTok durante o horário eleitoral, Kid usa uma série de trocadilhos com conotação sexual, o candidato diz que "como o Lucas, como o seu João, como o José, como o Ricardo, também como a Flávia, como a Maria, como a Joice, enfim, eu como todos os brasileiros e brasileiras, estou de saco cheio de tantas sacanagens na política". Por fim, Kid promete "meter  pau nesta bagunça" e "entrar com tudo". 

 

Vale destacar, que mesmo com a remoção deste conteúdo da rede social febre entre os jovens, é possível ver outros vídeos de campanha nas redes de Kid Bengala com piadas de duplo sentido. Essa não é a primeira vez que ele concorre a um cargo político. Em 2008, tentou se eleger ao cargo de vereador pela capital paulista. Depois, foi candidato a deputado estadual. Em 2020, tentou novamente o cargo de vereador, mas não se elegeu para nenhum dos cargos por falta de votos suficientes para ser eleito.

compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp