UAI

Viagem pelos anos 80: cantora Aline Calixto espera 450 mil foliões no bloco

Bloco da Calixto desfila sábado, 10 de fevereiro, e promete reviver os anos 80 com muita extravagância, cor, diversidade, profusão de ritmos e vibração

Aline Calixto, primeira mulher a comandar sozinha um dos maiores blocos de carnaval de BH Paulo Colen
clock 26/01/2024 16:18
compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp SIGA NO google-news

 
A década de 1980 é sinônimo de extravagância, cor, diversidade, profusão de ritmos e muita vibração, e é tudo isso o que a cantora Aline Calixto, primeira mulher a comandar sozinha um dos maiores blocos de carnaval da cidade, vai levar para o Bloco da Calixto na tarde do sábado de carnaval (10/02), em Belo Horizonte. 

Com o tema “Carnaval Super Fantástico”, o cortejo promete agitar os foliões com clássicos pra todo mundo cantar e curtir junto. “Eu cresci no auge dos anos 80 e fui bastante atravessada pelo espírito dessa época, com os brinquedos, as músicas, a moda. Da Xuxa e o Trem da Alegria, às apresentações das transformistas no Programa Silvio Santos, e as maquiagens verde limão com rosa pink… tem gente que chama de cafona, mas eu adoro e acho a cara do carnaval”, conta a artista.

Em cinco horas ininterruptas de show, Aline vai apresentar um repertório tão eclético como a década e que vai passear por canções do rock nacional de Titãs, Paralamas do Sucesso, Kid Abelha, clássicos de grandes nomes internacionais como Madonna e Michael Jackson, o ritmo envolvente da lambada, sucessos infantis icônicos como “Lua de Cristal”, da Xuxa, e ainda o início do movimento baiano da axé music. 

“Fizemos uma pesquisa minuciosa para contar os anos 80 em forma de música. E construímos um arranjo especial para cada canção, respeitando sua essência original, mas com um tempero carnavalesco de samba, afoxé, axé, frevo e muito mais”, ela adianta. E para a fantasia oitentista ser completa, o  bloco da Calixto terá figurinos inéditos e exclusivos criados pelo estilista mineiro Victor Dzenk, com inspiração no sucesso do cinema “Flashdance”.

Quem assina a direção musical do bloco é o premiado músico Rodrigo Torino, que também toca a guitarra. Compõem a banda Luadson Constâncio no teclado, Victor Mendes na bateria, Verônica Zanella no baixo e, nas percussões, Robson Batata, Fábio Martins e Rodrigo Martins. 

Quem conhece a Aline Calixto sambista vai se surpreender com uma faceta diferente da artista, mas com a mesma potência e energia já reconhecidas em seus shows. “A Aline do Bloco da Calixto é a mesma que se apresenta com o show Clara Viva e nas rodas de samba. São partes diferentes da minha história e que me dão muito orgulho e prazer de trazer com música, com dança, com cena”, ela salienta. 

Onde e quando o bloco vai se apresentar

 
Para este ano, são esperados mais de 450 mil foliões no Bloco da Calixto, que irão se concentrar na Av. Getúlio Vargas, 792, (em frente à Sorveteria São Domingos), e desfilar em direção à Praça da Savassi.

Veja também:


 

Bloco da Calixto a cada ano

O Bloco da Calixto assume uma nova direção temática a cada edição. Desde o primeiro cortejo, em 2014, já se inspiraram nos Deuses africanos, na história do samba, em canções de amor, grandes divas da música brasileira e etc. Aline Calixto conta que assim que termina um carnaval, já começa a produção do seguinte. Ela apresenta sua ideia de tema para a banda e todos, juntos, começam a pesquisar histórias, estéticas, repertório e arranjos. 

“É sempre um tema marcante na minha vida, na minha trajetória, e que se conecta bastante com as pessoas. Desde a primeira edição, temos muitos foliões que nos acompanham no dia do bloco, e também nas várias apresentações que fazemos neste período de carnaval”, aponta.

De fato, a diversidade é um ponto fundamental no Bloco da Calixto, que reúne públicos de várias idades, gostos, gêneros, orientações, e o respeito e igualdade são mensagens muito difundidas tanto no microfone como na avenida. 

O bloco desenvolve também o projeto Corda Inclusiva, que destaca um espaço reservado especial para pessoas com deficiência ou necessidades especiais curtirem o bloco com
segurança e acessibilidade. “Temos um cadastro gratuito alguns dias antes do bloco, para podermos conhecer as necessidades das pessoas, e podermos nos preparar para melhor receber cada um. No dia do cortejo, todos são credenciados e acompanham de dentro da corda”, Aline destaca. Quem quiser participar da Corda Inclusiva pode se cadastrar até o dia 6 de fevereiro neste link.

Artista de alto rendimento

Tal qual um atleta às vésperas de uma competição, para aguentar o batido do carnaval, Aline Calixto começa a se preparar meses antes, com acompanhamento de ortopedista, fisioterapeuta, personal trainer, fonoaudiólogo, nutricionista e dermatologista. Ela assume uma rotina pesada de treinos, alimentação equilibrada e bastante hidratação, e um cuidado
especial com a pele, visto que o carnaval costuma ser durante o dia e, logo, com muita exposição solar. 

“Além das cinco horas de Bloco da Calixto na avenida, desde o pré-carnaval nossa agenda de shows é intensa e preciso me cuidar para dar o melhor de mim. Começamos dia 21 de janeiro, com nosso pré-carnaval oficial - cujos ingressos esgotaram em pouquíssimo tempo - e depois disso nos apresentamos em todos os fins de semana até o carnaval, todos os dias de carnaval, e fecho com chave de ouro no Filhas de Clara, no domingo pós-folia”, a artista completa. 

Sobre o Bloco Filhas de Clara

O Bloco Filhas de Clara nasceu em 2019 com o intuito de homenagear uma das maiores artistas mineiras: Clara Nunes. Composto apenas por mulheres, na produção e na música, esse é um projeto coletivo em que Aline divide os vocais com cantoras de outras duas gerações: Tia Elza e Júlia Tizumba. O setlist passa por todo o repertório de Clara Nunes e, em 2024, vai focar em especial no seu disco “Alvorecer”, que completa 50 anos de lançamento. “É lindo de se ver todo mundo de branco, com colares vermelhos e azuis que remetem aos orixás de Clara Nunes - Ogum e Iansã. O Filhas de Clara é um jeito muito especial de fechar o carnaval de Belo Horizonte com muitas bênçãos e muito axé”, Aline finaliza.

O cortejo do Filhas de Clara está marcado para o domingo pós carnaval, dia 18 de fevereiro, a partir das 13h30, na Av. Clara Nunes, 88, bairro Renascença.

Está ansioso para o carnaval de BH?

Então acompanhe tudo em primeira mão aqui. Conheça o portal CarnaUAI e não perca nenhuma novidade.
 

Serviço

  • Bloco da Calixto - Carnaval Super Fantástico
  • Dia: Sábado, 10/02
  • Horário: 14h concentração | 15h saída
  • Concentração: Av. Getúlio Vargas, 792, em frente à Sorveteria São Domingos
  • Inscrições Corda Inclusiva: bit.ly/cordainclusiva2024 
 
Tags:  #blocos #carnauai
compartilhe icone facebook icone twitter icone whatsapp