'Desventuras em série', com Neil Patrick Harris, estreia na sexta na Netflix

A produção tem como base a saga de livros homônima de Lemony Snicket

JoeLederer/Divulgação
"Ele é a representação de algo dark", define Neil Patrick Harris sobre Conde Olaf (foto: JoeLederer/Divulgação)

Em 1999, o escritor norte-americano Daniel Handler, sob o pseudônimo de Lemony Snicket, lançou a primeira obra da saga Desventuras em série, que deu origem a mais 12 livros. Em 2004, a produção ganhou uma versão cinematográfica. Treze anos após o lançamento do filme, a história ganha uma nova adaptação, desta vez, em formato televisivo produzido pelo serviço de streaming Netflix.

A primeira temporada do seriado Desventuras em série estreia amanhã (13/1) na plataforma, com oito episódios. Cada capítulo é baseado em dois livros da saga. A grande estrela da produção é o ator Neil Patrick Harris. Conhecido por atuar na série de comédia How I met your mother e também por estrelar musicais da Broadway tendo inclusive um Tony Awards (premiação de produções musicais ao estilo do Oscar), ele esteve no Brasil em dezembro para divulgar a série durante o evento geek Comic Con Experience, em São Paulo.

O astro dará vida ao personagem Conde Olaf, que, nos cinemas, foi interpretado por Jim Carrey. “A ideia de fazer um personagem que não se parecia comigo fisicamente me pareceu interessante. Isso foi instigante”, contou o ator, que revelou levava até quatro horas para se caracterizar e teve que ficar por um tempo no Canadá para as gravações.



Conde Olaf é um dos personagens principais de Desventuras em série. Logo no primeiro episódio, ele se torna o guardião dos jovens Baudelaire, Violet (Malina Weissman), 13 anos, Klaus (Louis Hynes), 12, e a bebê Sunny (Presley Smith), que se tornam órfãos após a morte dos pais durante um incêndio na casa da família. “Minha interação com as crianças foi interessante. Eu quis logo conhecê-los. A Malina, que faz a Violet, já tinha experiência. Ela esteve em Supergirl. Enquanto para Louis era seu primeiro trabalho. Eu dei várias dicas, principalmente, por conta do sotaque, porque ele é inglês”, lembra.

De uma forma ao mesmo tempo trágica e engraçada, a história é narrada por Lemony Snicket, que, na trama, é vivido por Patrick Warburton. “Ele fala diretamente com a audiência. É uma pena eu não ter podido atuar ao lado dele, porque ele é muito engraçado”, comenta Neil Patrick Harris.

Até por ter esses dois lados, a produção pode ser classificada como uma tragicomédia. “Assim como a série Pushing daises, que era ao mesmo tempo dramática e engraçada, é isso que a Netflix busca em Desventuras em série”, comenta.

Várias facetas

Apesar de dar vida a Conde Olaf, por conta das mentiras do personagem, Neil Patrick Harris interpretará também os vários disfarces de Olaf, como Capitão Sham (um marinheiro com uma perna de pau) e Stephano (herpetologista), além de atuar ainda com cenas musicais, algo característico em sua carreira. “Olaf é engraçado por ser exagerado. Normalmente, como ator você tenta interpretar um personagem tendo empatia, pensando nos motivos porque aquele personagem faz aquilo. Com Olaf não tem isso. Ele é malvado, péssimo ator... Ele é a representação de algo dark. Se fosse só engraçado, não teria motivo para a série existir. As crianças tinham que ter medo dele”, analisa.

JoeLederer/Divulgação
O ator revelou que a caracterização do personagem levava até quatro horas (foto: JoeLederer/Divulgação)


Questionado sobre a preparação, Neil Patrick Harris disse que leu os livros e também assistiu ao filme, mesmo após um pedido do produtor executivo Barry Sonnenfeld para que ele não o fizesse. “Quando isso (o convite) apareceu na minha frente, eu li o primeiro livro, depois o script e pedi para assistir ao filme. Ele disse que não, eu vi mesmo assim. Eu gosto de ter informação”, afirma. Harris classificou entrar no personagem algo fácil: “Os livros já estavam escritos e os descreviam muito bem, mas é uma grande responsabilidade porque há vários fãs do livros.”

A repórter viajou a convite da Netflix

Crítica/ Desventuras em série ####
Adaptar um livro para outra plataforma é sempre um desafio, principalmente, quando a produção literária já é um sucesso. E esse foi a missão da Netflix com
Desventuras em série. E pode-se dizer que o serviço de streaming conseguiu. Logo no primeiro episódio, o seriado traz a mistura de tragédia e comédia para contar a história dos pequenos Baudelaire.

Assim como outras produções da plataforma, o elenco infantil se destaca com as boas atuações de Malina Weissman e Louis Hynes. No elenco adulto, aplausos para Neil Patrick Harris, Patrick Warburton e Joan Cusack, no papel da Juíza Strauss. Apesar de ter muitas semelhanças com o filme, inclusive a atuação de Harris que muitas vezes lembra a de Jim Carrey, a série consegue ir mais além. Afinal de contas, serão oito episódios para destrinchar os livros da saga. Outro ponto alto é o fato de poder agradar tanto o público infantil como o adulto. (AI)

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SÉRIES E TV