Morre Vida Alves, atriz que deu o primeiro beijo da TV brasileira

Mineira faleceu em São Paulo, aos 88 anos. Em 1951, protagonizou beijo pioneiro com o galã Wálter Foster na novela 'Sua vida me pertence'

por Estado de Minas 04/01/2017 08:40

Youtube/Reprodução
Atriz ajudou a fundar a Pró-TV: Associação dos Pioneiros Profissionais e Incentivadores da Televisão Brasileira (foto: Youtube/Reprodução)
Faleceu na noite dessa terça-feira, 03, Vida Alves, uma das atrizes pioneiras da televisão no Brasil. Ela tinha 88 anos e era natural de Itanhandu, município do interior de Minas Gerais. Estava internada desde 28 de dezembro, em São Paulo, e morreu de falência múltipla dos órgãos.

Vida Alves fez história na TV ao protagonizar o primeiro beijo em novela no país, em 1951. Em Sua vida me pertence, a primeira telenovela brasileira, exibida pela TV Tupi, a atriz beijou Wálter Foster, o galã da época. Eles viviam o par romântico da trama.

O que poucos sabem é que Vida também protagonizou o primeiro beijo homossexual da nossa TV, também na Tupi. Em Calúnia, episódio do programa TV de vanguarda, Vida interpretou a diretora de um internato que se descobre apaixonada por uma colega de trabalho, vivida por Geórgia Gomide, após boatos de que elas teriam um caso. À época, o beijo entre as duas mulheres não teve grande repercussão junto ao público.

Seu último trabalho em novelas foi em Dez vidas, em 1969, na TV Excelsior. Vida se aposentou na década de 1970, após atuar no filme A pequena órfã. Em 1995, participou da criação da Associação dos Pioneiros Profissionais e Incentivadores da Televisão Brasileira (Pró-TV).

Era avó da cantora Tiê, que prestou sua homenagem nas redes sociais: "Dona Vida Alves fez a passagem. Minha amiga, minha avó, minha parceira, minha musa beijoqueira. 88 anos de muita luz, amor, arte e vida. Vire estrela e descanse em paz. Te amo pra sempre e vou sentir saudades todos os dias".

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SÉRIES E TV