Estudo mostra quais são as três principais causas de morte de jovens brasileiros

A automutilação ocupou o terceiro lugar no ranking de principais causas de morte entre jovens de 20 a 24 anos em 2013

por Agência Brasil 10/05/2016 08:21

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press
A violência entre pessoas e os ferimentos provocados por acidentes de trânsito são as principais causas de comprometimento da saúde de jovens de ambos os sexos que integram os grupos de 15 a 19 anos e de 20 a 24 anos (foto: Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
Estudo inédito conduzido pelo Institute for Health Metrics and Evaluation, da Universidade de Washington, revela que a violência entre pessoas, os acidentes de trânsito e a automutilação têm impacto substancial na vida de jovens brasileiros. A pesquisa faz parte de um levantamento sobre os principais motivos de morte ou de comprometimento da saúde entre adolescentes, divulgado pela revista médica britânica The Lancet.

Os dados utilizados na pesquisa foram retirados de um estudo sobre doenças, lesões e fatores de risco publicado em 2013 e que trata de padrões de problemas de saúde, deficiências e óbitos entre pessoas jovens de 188 países no período de 1990 a 2013.

De acordo com a pesquisa, no Brasil, a violência entre pessoas representa a explicação número um de morte entre jovens de 15 a 24 anos, enquanto os acidentes de trânsito respondem pela maior parte dos óbitos registrados entre adolescentes de 10 a 14 anos. Em 2013, 9.320 jovens nessa faixa etária morreram nas rodovias brasileiras. – quase o mesmo número total de mortes por acidentes de trânsito contabilizadas em todo o ano de 1990.

EM / D.A Press
Automutilação aparece no topo da lista de causas de morte e comprometimento da saúde de jovens no Brasil (foto: EM / D.A Press)


A automutilação, segundo o estudo, ocupou o terceiro lugar no ranking de principais causas de morte entre jovens de 20 a 24 anos em 2013. “Diferentemente de outros países, o uso abusivo de drogas não está entre as principais causas de morte no Brasil, aparecendo na oitava colocação entre as razões de comprometimento da saúde de jovens nessa mesma faixa etária”, diz o levantamento.

Distúrbios depressivos e ansiedade foram elencados entre os cinco principais fatores que prejudicam a saúde de meninas em todas as faixas etárias em 1990. Em 2013, a asma respondeu pela principal origem de grave dano à saúde entre adolescentes de ambos os sexos de 10 e 14 anos.

A violência entre pessoas e os ferimentos provocados por acidentes de trânsito são as principais causas de comprometimento da saúde de jovens de ambos os sexos que integram os grupos de 15 a 19 anos e de 20 a 24 anos. Em seguida, aparecem dores nas costas e no pescoço, doenças de pele como acne e distúrbios depressivos.

Entre os principais fatores de risco listados pela pesquisa estão o abuso de álcool, que representa o risco de morte número um entre jovens do sexo masculino e feminino de 15 e 24 anos, e a violência provocada por parceiros, que representa o segundo principal risco de morte entre mulheres jovens de 15 a 24 anos.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA