Envelhecimento ativo: veja opções em BH de aulas de ginástica e dança, oficina de memória, viagens e informática

Projetos de extensão da UFMG e do Centro Universitário Estácio são uma ótima oportunidade para quem entrou na terceira idade

por Paula Takahashi 16/12/2014 14:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Renata Salvador/Divulgação
Na última semana de cada semestre são realizadas apresentações de dança e teatro com o grupo de alunos do Centro Universitário Estácio (foto: Renata Salvador/Divulgação)
Garantir saúde, bem-estar e qualidade de vida para os idosos é a premissa das iniciativas desenvolvidas pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e pelo Centro Universitário Estácio de Belo Horizonte. Na UFMG, o projeto de extensão Educação Física para a Terceira Idade já soma mais de 20 anos de atuação e atende, atualmente, 300 alunos com mais de 60 anos. “Temos nove turmas e para o ano que vem esperamos ampliar esse número com a abertura de pelo menos mais 100 vagas. Isso será possível por conta da entrada de novos alunos bolsistas, atualmente em nove”, antecipa Franco Noce, professor-adjunto do Departamento de Esportes do curso de educação física e coordenador do projeto.

Com a contribuição semestral de R$ 60, os idosos têm à disposição aulas de ginástica, dança, exercícios de fortalecimento muscular e até esportes. Todas elas realizadas dentro da escola de educação física da universidade. “Cada dia fazemos uma atividade distinta com fins próprios. O objetivo é desenvolver uma capacidade física desse aluno, seja ela força, resistência, flexibilidade ou equilíbrio”, explica Noce. Os participantes podem realizar até três aulas ao longo da semana distribuídas no período da manhã, das 7h às 8h, e da tarde, entre as 14h e as 15h. Para fazer parte dessa rotina de exercícios, é preciso que haja vagas abertas no projeto. Os interessados devem fazer um cadastro e esperar para serem chamados.

Todas as atividades são acompanhadas pelos alunos bolsistas do curso de graduação devidamente supervisionados pelos professores. “Também desenvolvemos atividades externas. Recentemente, fizemos uma manhã aquática e um evento para falar sobre prevenção de quedas”, cita Noce. Além dos benefícios para o corpo, o projeto tem importância social. “Assumimos um papel importante do ponto de vista da reinclusão social dessas pessoas”, reconhece o coordenador. E não para por aí. Idosos ativos tomam menos remédios, oneram menos o sistema público de saúde e são menos propensos a sofrer os efeitos da depressão. “A atividade física funciona como um agente não medicamentoso”, afirma o professor.

ACIMA DE 50
O Programa da Maturidade mantido desde 2002 pelo Centro Universitário Estácio em Belo Horizonte tem proposta semelhante. “Temos atividades lúdicas, como festas e viagens, e na última semana de cada semestre são realizadas apresentações de dança e teatro no auditório”, afirma Marco Antônio Lobo, coordenador do programa, ao se referir às atividades sociais realizadas com os alunos.

Aberta a qualquer pessoa com mais de 50 anos, a grade de atividades inclui cerca de 60 disciplinas entre aulas de línguas, diversos tipos de dança, oficina de memória, informática, fotografia, culinária, artesanato, pintura, além de atividades físicas como o tai chi chuan. “Cada aluno tem o direito de fazer aulas três vezes por semana e até duas disciplinas por dia. Com isso, poderá participar de seis atividades distintas no semestre, desde que consiga conciliar os horários”, explica Marco.

Atualmente, 300 alunos de 50 a 97 anos fazem parte do programa, que tem custo de cinco parcelas de R$ 287 por semestre. “Hoje, temos 20 professores envolvidos no programa, sendo mais da metade deles provenientes da graduação da universidade”, afirma Marco. Parcerias com professores de dança e outras disciplinas que não são oferecidas no Centro Universitário Estácio ajudam a compor a diversidade de opções oferecidas aos alunos.

FAÇA SUA MATRÍCULA

EDUCAÇÃO FÍSICA PARA A TERCEIRA IDADE (UFMG)
» Onde: Escola de Educação Física (Avenida Presidente Antônio Carlos, 6.627, câmpus Pampulha)
» Horário: entre as 7h e as 8h e entre as 14h e as 15h
» Quando começa: primeira semana de março
» Valor: R$ 60 por semestre
» Pré-requisito: deve ser apresentado exame médico que autorize a realização de atividades físicas
» Vagas: o número é limitado. Se não houver vagas abertas, é preciso fazer um cadastro e esperar a convocação
» Informações: (31) 3409-2314

PROGRAMA MATURIDADE (CENTRO UNIVERSITÁRIO ESTÁCIO)

» Onde: Rua Erê, 207, Prado
» Horário: das 14h às 17h40
» Quando começa: 2 de fevereiro
» Valor: 5 parcelas de R$ 287 por semestre
» Informações: (31) 3298-5260 (entre as 13h e as 18h)

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE SAÚDE PLENA